Home  >  Carreira

5 hábitos que podem atrapalhar o crescimento profissional

Não apenas os CEOs, mas diretores, gerentes e empregados também precisam pensar a respeito

John Baldon - CIO (EUA)

16/07/2018 às 8h01

frustrado
Foto: Shutterstock

Em seu livro, "What Got You Here Won't Get You There", Marshall Goldsmith fala sobre um tema delicado: a necessidade de abandonar velhos hábitos para alcançar resultados melhores.

Goldsmith conhece o assunto. Como coach executivo de CEOs das maiores empresas norte-americanas durante anos, ele ensinou esses líderes a melhorarem. Frequentemente, isto envolve deixar de lado costumes negativos e adotar comportamentos que propiciam o sucesso.

Não apenas os CEOs, mas diretores, gerentes e empregados também precisam pensar a respeito.

Confira abaixo comportamentos que, segundo Goldsmith, devem ser abandonados por quem almeja o sucesso no ambiente corporativo.

• Vencer demais
Todos nós queremos ganhar, mas quando você não é quem está ganhando, o comportamento do vencedor pode ficar chato logo. A busca pela vitória a qualquer custo pode acabar custando caro: perda de respeito, de apoio e até mesmo do emprego.

• Começar frases com “Não”, “Mas” ou “Mesmo assim”
Estas palavras, de acordo com Goldsmith, são sinais claros de que o interlocutor pensa “Eu estou certo, você está errado.” Você não precisa concordar ou ceder sempre, mas pare de qualificar. A vida não é um contrato.

• Esconder informações
Quer saber porque as pessoas não confiam em você? Pode ser porque você não é transparente e guarda para si informações que podem determinar o sucesso de um projeto. Esse tipo de atitude geralmente causa desconforto e volta quando os demais tiverem uma oportunidade.

• Apegar-se ao passado
Teve uma avaliação de desempenho negativa? Mude isto já. Certamente isto machuca, mas você precisa encarar os fatos. Dizem que ficar reclamando é uma forma de tentar culpar os outros.

profissional de TI

• Ter dificuldade em expressar gratidão
Você morreria por dizer “obrigado” de vez em quando? É uma cortesia simples e decente que todos nós precisamos praticar mais. Falta de tempo não é desculpa e não dizer obrigado é falta de educação.

>Siga a Computerworld Brasil também no Twitter Facebook

Tags