Home  >  Plataformas

Mercado global de cloud chega a US$ 117 bilhões

Guilherme Borini

27/06/2018 às 10h02

cloud_crescimento.jpg
Foto:

O mercado mundial de cloud computing pública teve alta de 29% no ano passado, chegando a US$ 117 bilhões no período. De acordo com estudo da IDC, por mais que a taxa de crescimento global tenha sido mais baixa do que em 2016, o crescimento da receita dos 16 principais fornecedores aumentou durante o período.

Entre as principais empresas do mercado estão Amazon Web Services (AWS), Microsoft, Google, IBM, Salesforce, Oracle e Alibaba.

“O ano de 2017 foi crucial para a expansão da adoção de serviços de nuvem pública”, disse Frank Gens, vice-presidente sênior e analista chefe da IDC. “O bom resultado foi impulsionado pelos serviços que continuaram a desafiar as leis usuais do mercado.”

Pelo quinto ano consecutivo, o crescimento dos gastos permaneceu em 29%, com o tamanho do mercado triplicando ao longo do tempo. “No ano passado, também existiram intrigantes mudanças na participação de mercado entre as principais empresas, já que todas aumentaram significativamente seu foco em nuvem, aumentando a pressão competitiva”, acrescentou Gens. Para ele, os próximos três anos determinarão a liderança da indústria de TI para as próximas duas décadas.

Do ponto de vista tecnológico, o segmento de Software as a Service (SaaS) caracterizou-se pela consolidação de fornecedores, maturidade na adoção de clientes e crescimento constante.

Environmental Resources Management (ERM), Customer Relationship Management (CRM) e os aplicativos de colaboração contribuíram para o crescimento de SaaS, respondendo por 64% de todos os aplicativos fornecidos dessa maneira.

Por outro lado, Supply Chain Management (SCM) e os aplicativos de conteúdo representam as categorias de SaaS que mais crescem, com alta de 27% e 28%, respectivamente.

“O modelo de entrega SaaS é responsável por 68% da receita mundial de serviços de nuvem pública”, comenta Frank Della Rosa, diretor de pesquisa de SaaS e nuvem do IDC. “As aplicações de SaaS continuam a crescer a respeitáveis 22%, atingindo US$ 75 bilhões em 2017 e poderão chegar a US$ 163 bilhões até 2022.”

De acordo com Della Rosa, na categoria de Serviço de Informação de Segurança (SIS), o SaaS de segurança representa 42% de toda a receita, com uma taxa de crescimento de 13%, nos próximos cinco anos.

“Enquanto novas empresas são lançadas regularmente, os pilares da tecnologia, como Salesforce, Microsoft e Oracle permanecem no topo da lista de fornecedores de SaaS”, disse Della Rosa.

Já no segmento de Platform as a Service (PaaS), o crescimento ano a ano desacelerou, resultando em 47%, contra 48% em 2016. O total de receita em 2017 foi de US$ 17 bilhões.

O IDC espera que o crescimento continue à medida que a conscientização sobre novos métodos de desenvolvimento se expande e as barreiras para adoção de nuvem pública diminuem.

“A demanda por aplicativos continuou a impulsionar o crescimento dos serviços de PaaS para melhorar a produtividade do desenvolvedor”, acrescentou Larry Carvalho, diretor de pesquisa de PaaS da IDC.

Por fim, o crescimento da receita no segmento de Infrastructure as a Service (IaaS) é impulsionado, principalmente, pela adoção e pelo crescimento corporativo em novas regiões. O crescimento de 2017 foi de 40%, abaixo dos 45% em 2016, atingindo um volume total de US$ 25 bilhões no ano passado.

“O uso corporativo de cloud computing pública como IaaS ainda está em sua fase inicial”, disse o diretor de pesquisa da IaaS do IDC, Deepak Mohan. “Há um forte interesse entre as organizações de TI para aumentar o uso de IaaS, mas os principais provedores continuam a lidar com barreiras para adoção em larga escala. Esses fatores continuarão a impulsionar as implantações de IaaS e o mercado deverá crescer na taxa atual pelo menos nos próximos dois anos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *