Home  >  Plataformas

CDHU adota soluções Microsoft para melhorar gestão interna

Guilherme Borini

21/06/2018 às 8h01

cdhu.jpg
Foto:

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) adotou ferramentas da Microsoft para otimizar sua gestão, com recursos de gerenciamento do CRM Dynamics 365. Além de digitalizar serviços de atendimento à população, o CDHU passou a hospedar na nuvem da Microsoft o histórico de ações com mutuários. O resultado da iniciativa, segundo a insituição, é o uso inteligente de informações para promover melhorias no relacionamento entre a CDHU e o cidadão.

Com 11 escritórios dedicados ao atendimento de 645 municípios em todo o Estado de São Paulo, a CDHU buscava uma solução que permitisse melhorar tanto a gestão interna de contratos quanto a comunicação com os mutuários. Um de seus principais objetivos era garantir a regularização de contratos ligados à aquisição de moradias populares.

A adoção de uma solução integrada de CRM foi essencial para, simultaneamente, padronizar o atendimento aos mutuários e criar um histórico completo deles. A estratégia, junto da unificação de dados em um único sistema, permitiu que o órgão tivesse em mãos um panorama mais claro da situação e também de como solucionar a demanda de cada cidadão.

Ernesto Mascellani Neto, responsável pela implementação do projeto na CDHU, destaca que atualmente o CDHU tem condições de resolver 90% das demandas imediatamente, na própria localidade do mutuário, sem a necessidade de envio da documentação física para uma central. "Um processo de transferência de titularidade que antes demorava 3 meses por conta de toda a centralização na sede da CDHU agora pode ser feito em aproximadamente uma hora", explica .

Com 500 mil imóveis sob a sua administração e cerca de 360 mil mutuários ativos, com um relacionamento mensal junto à CDHU, a mudança tem um grande impacto sobre a operação. Desde que o novo sistema foi colocado em prática, ainda em 2017, já foram registrados quase 470 mil atendimentos feitos via Poupatempo, call center ou nos próprios escritórios do órgão.

Inteligência artificial

A próxima etapa do projeto, já prevista pela CDHU, é o uso de inteligência artificial. A ideia é utilizar a tecnologia para realizar análises e entender possíveis tendências à inadimplência por parte de mutuários, fazendo com que o órgão possa trabalhar antecipadamente na apresentação de alternativas. Para isso, a Microsoft e a CDHU trabalham juntas na criação de um algoritmo capaz de indicar padrões que podem sugerir quando o cidadão pode se tornar um devedor do financiamento.

“A CDHU iniciou uma jornada de transformação digital para atender de forma mais eficiente seus mutuários. Nosso objetivo é permitir que as organizações consigam transformar seus processos de negócio na velocidade necessária e, na esfera pública, isso se traduz em oferecer um serviço de melhor qualidade ao cidadão”, afirma Djalma Andrade, diretor de setor público da Microsoft Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *