Home  >  Acervo

Manutenção preventiva de PCs: quanto custa não investir

Guilherme Borini

20/06/2018 às 19h24

manutenção PC
Foto:

O mercado brasileiro de computadores teve um animador início de ano em 2018, com crescimento de 21% nas vendas de PCs, entre desktops e notebooks. Segundo números da IDC, no primeiro trimestre do ano foram comercializados 1,34 milhão de computadores - no mesmo período em 2017, foram 1,1 milhão de unidades vendidas.

Para quem comprou um PC novinho em folha, a preocupação com a manutenção do eletrônico nem passa pela cabeça. Aliás, para a grande maioria dos usuários comuns, trocar um computador defasado e defeituoso geralmente é o motivo para a compra de um novo dispositivo. Na maioria das empresas, a preocupação com a manutenção de computadores muitas vezes só é lembrada quando já é tarde demais. Empresas usam modelos de manutenção corretiva, que só respondem a casos quando o PC já está com problemas, apresentando peças defeituosas ou até mesmo necessitando de uma substituição completa.

A manutenção preventiva de computadores corporativos pode ser vantajosa, eliminando problemas futuros, conferindo longevidade aos equipamentos e reduzindo custos ao evitar consertos emergenciais, reposições de componentes ou até mesmo a compra de um novo aparelho. Máquinas com a manutenção em dia podem ter vidas estendidas por anos, já que em muitas empresas eles são usados para tarefas com baixo consumo de CPU, por exemplo.

Ter parceiros de manutenção preventiva para computadores pode envolver melhorias como limpezas de segurança contra vírus e malwares, e até mesmo upgrade físico nas máquinas. Em muitos casos, uma simples expansão de memória ou troca de disco rígido já é suficiente para melhorar o desempenho geral do equipamento, tornando desnecessária a compra de novos computadores.

Por fim, cuidar dos equipamentos de forma antecipada evita a ociosidade dos colaboradores, já que as operações de manutenção podem ser feitas de forma previamente combinada, diferentemente do modelo corretivo, onde o colaborador com uma máquina defeituosa pode ficar ocioso ou impossibilitado de acessar dados importantes.

Ao colocar na ponta do lápis, serviços de manutenção preventiva de PCs não representam custos diretos, mas sim investimento. Ao escolher o parceiro certo e o contrato mais adequado para sua operação, os benefícios não demoram para ficar aparentes, com estações de trabalho mais produtivas e menos custos de manutenção corretiva.

*Kdu Menezes é diretor da LM Informática

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *