Home  >  Plataformas

4 ferramentas tecnológicas que podem ajudar pequenos empreendedores

Guilherme Borini

14/06/2018 às 10h06

empreendedor
Foto:

Iniciar o próprio negócio reserva diversos obstáculos pelo caminho, como burocracia, dificuldades de administração e restrições financeiras. Algumas ferramentas tecnológicas, no entanto, podem ser importantes aliadas dos empreendedores, seja para tornar os processos mais ágeis ou mais viáveis economicamente. Conheça quatro delas.

1. Criador de sites

A HostGator lançou o Criador de Sites, ferramenta que possibilita a fácil criação de websites, blogs e lojas virtuais, e é destinada a um público que não possui conhecimento técnico em desenvolvimento e webdesign. A solução é intuitiva e disponibiliza mais de 200 templates que são responsivos. Assim, a loja virtual estará adaptada para dispositivos móveis, como smartphones e tablets. A ferramenta tem até um banco próprio de imagens.

2. Página Fácil

A ferramenta da HostGator poderá otimizar bastante o trabalho daqueles que ainda não têm um site ou estão criando um. Trata-se de um recurso que coloca uma página temporária no ar em segundos. Nos quatro primeiros meses de uso, já foram mais de 4.751 ativações. Ao ativar um plano de hospedagem, é possível criar uma presença online em poucos passos. O Página Fácil pode ser usado enquanto o site definitivo ainda não fica pronto, por exemplo. Com o recurso, é possível colocar no ar informações como nome da empresa, descrição, endereço, telefone e formulário para contato, além de links para as redes sociais. Não é necessário nenhum conhecimento específico de programação ou termos técnicos como FTP, por exemplo.

3. Plataforma de gestão financeira

Tão importante quanto desenvolver um site atrativo e funcional é administrar de forma eficiente as finanças do negócio. A tarefa pode parecer simples para médias e grandes empresas, mas no caso dos microempreendedores individuais (MEIs) e de pequenos negócios, ter o apoio da tecnologia pode ser a diferença entre a organização e o caos no fluxo de caixa. A fintech catarinense Asaas desenvolveu uma plataforma completa para a gestão financeira, que além de permitir a geração de boletos e a emissão de notas fiscais de serviço eletrônicas (NFS-e), pode ser controlada a partir de qualquer celular, tablet ou dispositivo conectado à internet. Para utilizá-la não é preciso sequer ter conta em banco: ao abrir uma conta, os MEIs podem solicitar um cartão de crédito pré-pago que ajuda a concentrar as despesas de operação da empresa e controlar os gastos.

4. Aplicativo para cobrança

O ano de 2017 foi o primeiro na história mundial em que o volume das transações por meio de cartões de crédito e débito superaram os pagamentos em dinheiro: foram US$ 23,3 trilhões contra uma queda de 1% na movimentação de cédulas. É por isso que para os MEIs e pequenos empreendedores, oferecer aos clientes a possibilidade de pagamento com o plástico é fundamental para aumentar as vendas. Para isso, não é preciso mais alugar ou comprar um dispositivo POS — as populares maquininhas de cartão. O aplicativo de celular da Asaas permite ler as informações financeiras do consumidor e descontar o valor, que entra automaticamente na conta do empreendedor. O app está disponível para Android e iOS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *