Home  >  Segurança

Consumidores prometem “punir” empresas que não protegem dados, mostra pesquisa

Guilherme Borini

04/06/2018 às 17h11

protecao_dados_pessoais
Foto:

Consumidores têm pouca confiança nas organizações no que diz respeito à proteção de seus dados pessoais. Com cada vez mais empresas sofrendo violações de dados e hackers aparentemente um passo à frente, quase dois em cada cinco (38%) consumidores acreditam que a maioria das empresas não sabe como proteger seus dados pessoais.

Os números são do Estudo Global de Consumidores sobre Privacidade de Dados, da Veritas, que também mostra que os consumidores pretendem tomar medidas ousadas para que haja punição das empresas que não protegerem seus dados, enquanto pretendem recompensar as que o fazem.

Com a introdução de regulamentos rigorosos de conformidade, que dão às pessoas mais poder sobre seus dados – como a Regulamentação Geral sobre a Proteção de Dados (GDPR), da União Europeia –, muitos consumidores passaram a observar as empresas bem mais de perto e responsabilizá-las pela proteção de seus dados pessoais.

O estudo, conduzido pela 3GEM, entrevistou 12,5 mil pessoas em 14 países. Quase dois terços dos entrevistados (62%) dizem que deixariam de comprar de uma empresa que não protege seus dados enquanto quase a metade (48%) dos entrevistados dizem que não se manteriam leais a uma determinada marca e considerariam a possibilidade de recorrer a um concorrente.

Ainda, oito em cada dez (81%) dizem que pediriam a seus amigos e familiares que boicotassem a empresa, enquanto quase três quartos (74%) afirmam que chegariam ao ponto de denunciar a empresa a órgãos reguladores. Quase dois terços (65%) dos consumidores dizem que postariam comentários negativos sobre a empresa na internet.

Recompensas

A pesquisa mostra também que, por outro lado, os consumidores pretendem recompensar as empresas que estão protegendo adequadamente seus dados. Três em cada cinco (59%) entrevistados dizem que gastariam mais dinheiro com empresas nas quais confiam em termos de manipulação de seus dados, com mais de um quarto (27%) dispostos a gastar até 25% mais com empresas que levam a sério a proteção de dados.

Tags

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *