Home  >  Carreira

5 perguntas para o CEO: Ideval Munhoz, da T-Systems

Executivo responde sobre seus desafios à frente da empresa, mercado de cloud e também a respeito de sua atuação na Câmara Brasil-Alemanha

Da Redação

22/05/2018 às 7h32

ideval munhoz
Foto:

Positividade. Essa é uma marca que acompanha Ideval Munhoz ao longo de sua carreira. Há cinco anos como presidente e CEO da T-Systems no Brasil, o executivo busca sempre o lado positivo das situações. "Inspirar as pessoas apoiando e ajudando a vencer os seus desafios é muito gratificante", afirma.

Munhoz participa da seção 5 perguntas para o CEO, promovida pela Computerworld Brasil, em que responde sobre seus desafios à frente da empresa, mercado de cloud e também a respeito de sua atuação na Câmara Brasil-Alemanha. Confira!

Computerworld Brasil - Já são mais de cinco anos à frente da T-Systems no Brasil. O que o Ideval de hoje diria ao Ideval de 2012?

Ideval Munhoz - Continue com a mesma motivação e energia de sempre. Me sinto privilegiado em fazer o que mais gosto: me relacionando com pessoas e empreendendo.

CW - Na sua visão, qual o principal desafio do mercado brasileiro para de fato avançar em processos de transformação digital?

Munhoz: Mais do que a tecnologia, são as pessoas que devem se transformar. Felizmente as pessoas serão o elo principal desta conexão e para acompanhar a evolução destas abundâncias de novas tecnologias, as pessoas tem de se transformar e se adaptar constantemente.

CW - Computação em nuvem já é realidade no Brasil? Qual sua visão como um dos grandes envolvidos no setor?

Munhoz: Sim, computação em nuvem hoje é uma grande realidade e fundamental para dar mais agilidade na evolução dos negócios. Além de viabilizar vários modelos e novos negócios, promovem a flexibilidade e baixo custo gerenciando um volume cada vez maior de dados.

CW - Você também é diretor da Câmara Brasil-Alemanha. Que tipo de projetos estão sendo conduzidos na iniciativa? Há fortes sinergias entre os países?

Munhoz: Como membro da AHK, e como principal no segmento de TI, buscamos divulgar e apresentar tendências para os diversos setores de como fazerem o melhor uso de novas tecnologias. Sem dúvida existe uma sólida e histórica conexão e colaboração entre Alemanha e Brasil, intercâmbio de tecnologias em diversas industrias tem sido constante. A Alemanha, independentemente das oscilações Políticas e Econômica, sempre esteve confiante em nossa recuperação com uma visão de longo prazo.

CW - Positividade é o segredo para uma boa gestão?

Munhoz - Sim, para os que me conhecem, sabem que na vida pessoal e profissional procuro sempre buscar o lado positivo das situações e acreditar sempre. Inspirar as pessoas apoiando e ajudando a vencer os seus desafios é muito gratificante.