Home  >  Negócios

Salesforce quer clientes desbravadores da quarta revolução industrial

Empresa foca em programas de capacitação para que clientes sejam pioneiros na implementação de tecnologias emergentes

Guilherme Borini

16/05/2018 às 13h30

salesforce
Foto:

Para a Salesforce, empresa especializada em soluções de CRM, a quarta revolução industrial já chegou. Após as revoluções marcadas pelas máquinas a vapor, eletricidade e computação, chegou o momento da automatização dos negócios, cada vez mais digitais. "Tecnologias como o mainframe e computadores duraram décadas (como novidades) e agora, com mobilidade, IoT, AI, tudo anda muito mais rápido", destacou Enrique Ortegon, gerente geral da Salesforce para América Latina.

É justamente para essa nova era que a Salesforce quer que seus clientes estejam preparados, para que eles possam atender seus consumidores com a eficiência que a “Era do cliente” exige. "Empresas estão buscando mobilidade, experiência do cliente e transformação digital. É justamente o que conseguimos entregar", garantiu Ortegon.

Renato Brisola, diretor geral da Salesforce no Brasil, comenta que as pessoas já são muito conectadas, desde uma balança conectada a dispositivos inteligentes até carros com tecnologias de ponta. "Esse cliente espera ser tratado da mesma forma por empresas, de forma conectada e inteligente", destacou.

Diante do cenário desafiador, a Salesforce quer que seus clientes sejam verdadeiros desbravadores, ou pioneiros, das novas revoluções. Trailblazers (pioneiro/desbravador, em inglês): é dessa forma que eles são chamados durante o World Tour, principal conferência da companhia na América Latina, realizada na última terça-feira (15/5), em São Paulo.

Mas, para que os especialistas sejam de fato pioneiros, a empresa tem investido em capacitação. Uma das apostas é o Trailhead, programa de capacitação que a companhia classifica como maneira divertida de aprender a usar o Salesforce. O Trailhead inspira o aprendizado ao longo de toda a sua carreira, desde Salesforce Administrator a Business Analyst. "Queremos que nossos clientes se capacitem para estarem aptos a atender esses consumidores conectados e exigentes. Toda revolução precisa ter seus agentes de mudança", destacou Brisola.

Um exemplo que orgulha Brisola é o caso de Gabriel Santos, funcionário do Canal da Peça, plataforma para compra e venda de peças automotivas. "Ele ficava na linha de montagem de peças automotivas, viu a oportunidade de se capacitar em Salesforce e hoje trabalha na área de TI da empresa. É algo que nos deixa muito orgulhosos, esse impacto que a Salesforce cria nas pessoas e no ecossistema como um todo"

Economia Salesforce

A diferença no ecossistema, citada por Brisola, pode ser traduzida em números. Segundo estudo da IDC, a chamada "Economia Salesforce", que representa os impactos gerados pela tecnologia da empresa norte-americana, tem potencial para gerar mais de 3 milhões de novos empregos até 2022. No Brasil, a previsão é de cerca de 200 mil novos postos de trabalho.

Em termos de valores, o impacto seria de US$ 800 bilhões no PIB global e US$ 27 bilhões no PIB brasileiro.

Na prática

A Salesforce soma mais de 150 mil clientes em todo o mundo. No Brasil, alguns nomes destacados pela companhia são Embraer, iFood, SulAmérica, Grupo ZAP e Estratégia Concurso.

No caso do Grupo ZAP, a empresa mudou a estratégia de marketing para otimizar a publicidade digital e conseguiu reduzir os gastos com mídia paga em 15%, aumentando o share do e-mail marketing nos resultados em 1.587,5%. "O Salesforce nos permitiu monetizar nosso negócio", resumiu Vinicius Vasconcelos, gerente de marketing digital do Grupo ZAP, que afirmou também que o próximo passo - já iniciado - é explorar o uso da plataforma de inteligência artificial Einsten.

Já a Estratégia Concursos, empresa especializada na preparação de cursos on-line para concursos públicos que automatizou as vendas, está gerindo entrada e tratamento de leads, assim como o atendimento aos clientes. "O principal diferencial que vimos na plataforma foi a estabilidade", destacou Mario Machado, Chief Sales Officer da companhia.