Home  >  Segurança

Fundador da Ethereum quer melhorar segurança de carteiras de criptomoedas

Fundação Ethereum se diz aberta a projetos que trabalhe para este objetivo

Da Redação

17/04/2018 às 17h50

carteira de criptomoedas
Foto:

A segurança (ou falta dela) das carteiras de criptomoedas tem sido assunto nos últimos meses com o aumento de casos de ataques de hackers. Pesquisadores compravaram que mesmo as carteiras de hardware - que são projetadas para contar com uma camada de segurança extra - são propensas a ciberataques.

O co-fundador da Ethereum, Vitalik Buterin, acredita que existe uma necessidade de proteger melhor as carteiras de criptomoedas para usuários regulares - e, por isso, a Fundação Ethereum está disposta a investir em qualquer projeto que trabalhe para esse objetivo.

A fundação havia anunciado anteriormente uma concessão para projetos que ajudassem a melhorar a escalabilidade, a utilidade ou a segurança da rede Ethereum.

Buterin observou que as falhas de segurança que ele havia apontado em um artigo em 2013 persistem até hoje. O jovem empreendedor observou que não é possível contar com a colaboração de usuários regulares para garantir suas próprias carteiras, por isso, para ele, a tecnologia precisa melhorar.

Buterin diz que, em vez de tentar consertar continuamente paredes digitais em um esforço para torná-las inquebráveis, é preciso reconhecer que qualquer estratégia específica usada para proteger nossos fundos sempre pode ser potencialmente contornada por um erro da parte do usuário, e um erro é garantido acontecer eventualmente. "Desse ponto de vista, a única estratégia viável é óbvia: defesa em profundidade, usando várias camadas de segurança e granularidade para garantir que nenhum ataque individual possa fazer com que todos os nossos fundos sejam roubados - ou perdidos."

Buterin afirma também que as medidas de segurança existentes são inadequadas devido a itens como: falta de opções disponíveis; falta de fornecedores Oracle para as opções semi-centralizadas; falta de suporte padronizado em todas as carteiras; falta de um bom apoio de cidadão de primeira classe para assinatura múltipla no Ethereum.

Com isso, Buterin comenta que a Ethereum ficaria feliz em financiar qualquer projeto que trabalhe para resolver esses desafios.

Deixe uma resposta