Home  >  Segurança

Kaspersky Security para Office 365 leva segurança a e-mails hospedados em nuvem

Guilherme Borini

11/04/2018 às 13h44

office_365
Foto:

A Kaspersky Lab tem uma nova oferta SaaS (software as a service) para o Exchange Online do pacote Microsoft Office 365. A empresa expandiu seu portfólio para PMEs com o Kaspersky Security for Microsoft Office 365, para estender a proteção ao serviço de e-mail hospedado em nuvem dentro da suíte de aplicativos. A solução de segurança combinada oferece aos usuários proteção avançada contra ransomware, anexos maliciosos, spam, phishing (incluindo Business E-mail Compromise – BEC) e ameaças desconhecidas. O novo produto de segurança está disponível em todo o mundo e pode ser comprado on-line.

“Com milhões de e-mails enviados diariamente, basta apenas um – com um anexo malicioso, como ransomware ou um link de phishing — para danificar ou mesmo destruir uma empresa”, explica Roberto Rebouças, diretor geral da Kaspersky Lab no Brasil.

De acordo com o último relatório da Kaspersky Lab, pequenas e médias empresas ainda estão em processo de adoção de soluções de cloud e, para a maior parte delas, aderir a um serviço de e-mail hospedado em nuvem é o primeiro passo do processo — o e-mail em hospedado em nuvem supera aplicativos cloud de negócios mais populares no mundo todo.

O conjunto das tecnologias de segurança Next Generation habilitado no produto inclui um mecanismo anti-phishing baseado em rede neural, deteção por meio de machine learning, sandboxing, filtro de anexos e rede global de inteligência de ameaças da Kaspersky Lab, que combina conhecimentos humanos com big data de inteligência de ameaças e machine learning para proteger contra qualquer tipo de ameaça que a empresa possa enfrentar.

Hackers continuam de olho nos e-mails

Enviar e receber e-mails faz parte da rotina diária de qualquer empresa e muitos levam informações valiosas e hackers continuam empenhados em descobrir como explorar a troca de mensagens. A Kaspersky Lab aponta, ainda, que houve um aumento constante das campanhas de phishing e spam. Para as PMEs, isso significa que administradores de TI estão consumindo tempo na eliminação de e-mails irrelevantes e na recuperação de mensagens excluídas por engano, em vez de focar em tarefas de TI mais essenciais.

Uma pesquisa da Kaspersky Lab aponta que 35% das empresas admitem não ter certeza se determinadas informações corporativas estão armazenadas nos servidores da empresa ou nos dos provedores de nuvem. Além disso, 78% das empresas já usam, pelo menos, uma plataforma baseada no modelo de software como serviço (SaaS). A mesma proporção (75%) também planeja migrar mais aplicativos para a nuvem no futuro. Mas, com a falta de planejamento, podem haver consequências graves para as empresas. As grandes corporações sofrem um impacto financeiro médio de US$ 1,2 milhão em decorrência de um incidente de segurança relacionado à nuvem; esse valor é de US$ 100 mil para as PMEs.

Tags

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *