Home  >  Negócios

Actionbot é aposta da Icaro Tech para ir além dos chatbots

Empresa quer consolidar tecnologia baseada no Watson

Guilherme Borini

27/02/2018 às 17h48

chatbot
Foto:

Uma nova geração dos chatbots, capaz de executar ações dos clientes, baseado em mecanismos de inteligência artificial (AI, na sigla em inglês). É dessa forma que a Icaro Tech define sua principal aposta para o ano: o Actionbot.

A solução é desenvolvida com base no Watson, plataforma de computação cognitiva da IBM, empresa a qual a IcaroTech é uma das principais integradoras no Brasil.

O grande objetivo da companhia é provar que a solução vai além de um chatbot comum. O exemplo mais didático para a novidade é o caso de um cliente de TV por Assinatura à procura de um upgrade para seu pacote de canais. No caso dos chatbots, o robô teria capacidade apenas de fornecer as informações sobre preços e planos, passando a um atendimento humano a tarefa de efetuar a troca.

Com o Actionbot, o robô fornece essas informações, o cliente escolhe o upgrade, confirma a escolha e pronto, tudo feito por um robô, em poucos minutos. Ou seja, ele de fato executa as ações em vez de apenas informar o cliente o que deve ser feito.

Consolidação

Laerte Sabino, COO e sócio-fundador da Icaro Tech, classifica 2017 como ano de experimentação da solução e aposta que em 2018 o mercado de fato vai adotar a solução em grande escala. Mas as ações já começaram. Segundo o executivo, cinco empresas de grande porte já estão utilizando a ferramenta, todos contratos fechados no ano passado - três operadoras (para gerenciar operações de campo) - uma delas a Algar Telecom, um prestador de serviço, uma instituição de ensino, além do programa de milhagens Smiles.

Além disso, outros dez testes foram realizados e a expectativa é de concretizar boa parte deles em negócios. "Estamos acreditando também que os clientes atuais vão evoluir seus projetos", aposta Sabino.

O Actionbot representou apenas 15% da receita da companhia em 2017 e a meta é dobrar este número neste ano. "A estimativa de redução de custos com esse projeto para as empresas é de 30% a 40%", completa.

Deixe uma resposta