Home  >  Negócios

Empresa russa de segurança da informação SearchInform chega ao Brasil

Companhia amplia atuação na América Latina, onde já havia inaugurado escritório na Argentina no ano passado

Da Redação

21/02/2018 às 16h55

cibersegurança
Foto:

A SearchInform, desenvolvedora russa de soluções de segurança da informação, anuncia a abertura de um escritório em São Paulo (SP), marcando a chegada da companhia ao Brasil. A empresa iniciou cooperação com países latino-americanos em novembro de 2016 e, em abril do ano passado, inaugurou escritório na Argentina.

Vladimir Prestes, diretor geral da SearchInform no Brasil, comenta que já na primeira semana a empresa recebeu cerca de 15 solicitações para a realização de demonstrações e testes dos sistemas. "Estou certo de que a experiência e a expertise da SearchInform ajudarão nossos clientes a construir um perímetro de segurança confiável e a proteger suas organizações de ameaças internas e externas no âmbito da segurança da informação", afirma.

A empresa diz que o Brasil é um mercado muito promissor para a promoção de suas soluções de software de segurança da informação e, por isso, planeja disponibilizar às organizações locais três produtos de seu portfólio: o sistema de proteção contra ameaças internas SearchInform DLP + Forense Suite; o sistema de monitoramento e análise de eventos de segurança SIEM SearchInform; e o sistema de monitoramento de tempo de trabalho “TimeInformer”.

Lev Matveev, presidente do conselho de administração da SearchInform, conta que, após o primeiro contato com representantes de clientes parceiros e a mídia latino-americana, percebeu que não era correto chamar a solução CSI SearchInform simplesmente de um sistema DLP. "As possibilidades do nosso produto vão muito além do conceito clássico de DLP, e isso, às vezes, confunde os clientes. Nós implementamos proteção integrada contra vazamentos de informações, fraudes internas, sabotagem e todo tipo de risco relacionado ao quadro de funcionários, o que chamamos de Money Loss Prevention. É por isso que decidimos promover este conceito na América Latina", destaca.

Com mais de dois mil clientes e cerca de 1,2 milhão de computadores protegidos, a SeatchInform possui escritórios em 16 países.

Deixe uma resposta