Home  >  Acervo

5 dicas para solucionar problemas de gestão na TI

Guilherme Borini

05/02/2018 às 12h26

gestão
Foto:

Grande parte dos projetos de Tecnologia da Informação (TI) apresenta algum tipo de falha, que pode acarretar em lentidão na entrega de serviços e sistemas, falta de agilidade para corrigir incidentes e maior custo operacional. Aproximadamente sete em cada dez projetos de TI fracassam, de acordo com Leandro Oliveira, fundador e CEO da Vibbra!

O executivo lista os cinco problemas mais recorrentes e apresenta dicas para resolvê-los:

1. Falta de planejamento

Sem um escopo bem definido, um projeto pode demorar muito mais do que o estimado e até fracassar. Por conta disso, cada membro da equipe precisa entender exatamente qual é o seu papel e as suas obrigações, enquanto o gestor deve mostrar o caminho a ser percorrido para que o objetivo seja alcançado.

Isso facilita o acompanhamento do status diário e, em casos de desvios do planejamento, possibilita a tomada de ações corretivas em tempo de não perder o controle da situação.

2. Desalinhamento de equipe e tecnologia

É importante identificar quando a performance dos colaboradores da área de TI está baixa. Segundo o criador da Vibbra!, isso fica evidente quando os profissionais demoram muito em uma atividade ou quando é notada a dificuldade de aprendizagem de uma determinada tecnologia. “Um time de alto desempenho precisa de metas definidas e que sejam alinhadas à estratégia da empresa”, explica.

3. Acompanhamento de etapas

O principal impacto da falta de monitoramento do andamento dos projetos é não ter a visibilidade completa das ferramentas utilizadas durante o processo de gestão. Esta falha pode acarretar em atraso nas entregas, maior custo operacional e falta de qualidade. Com o acompanhamento próximo de cada etapa, fica ainda mais fácil antecipar possíveis falhas que podem acontecer lá na frente.

4. Dificuldade de comunicação com áreas de negócios

Frequentemente o criador de uma iniciativa na área não domina o conhecimento técnico necessário para transmitir suas ideias para os profissionais de maneira adequada. Por conta disso, é fundamental ter um analista de negócios e um gerente de projetos que faça a ponte para que a equipe de desenvolvimento entenda o que deve ser feito. “Essa função é essencial na etapa de planejamento para que não se percam os detalhes e nuances de uma concepção inicial”, destaca Oliveira.

5. Recrutamento de talentos

A contratação de um profissional qualificado demora, normalmente, cerca de três meses, em grande parte pela dificuldade de selecionar candidatos que dominem todas as linguagens e tenham os requisitos técnicos e a experiência que as empresas necessitam. Por conta disso, as equipes de TI constantemente ficam sobrecarregadas e não rendem o que poderiam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *