Home  >  Negócios

Receita da indiana TCS cresce, mas lucro tem queda no primeiro trimestre fiscal

Erivelto Tadeu

18/07/2017 às 22h57

financas_crise.jpg
Foto:

A Tata Consultancy Services (TCS), braço de tecnologia da informação do grupo indiano Tata, fechou o primeiro trimestre do ano fiscal 2018, encerrado em 3ª de junho, com lucro líquido de US$ 923 milhões, o que representa uma queda de 1,8% em relação aos US$ 994 milhões registrados em igual período do exercício fiscal anterior. Na mesma base de comparação, a receita teve alta de 5,2%, totalizando US$ 4,6 bilhões, ante US$ 4,4 bilhões.

De acordo com o informe de resultados, a receita com serviços digitais alcançou 18,9%, crescimento de 7,6% na comparação entre trimestres e de 26% na comparação anual. O caixa líquido proveniente das operações foi de 104% de margem do lucro líquido e a margem operacional foi de 23,4%.

Durante o trimestre, a empresa também continuou a ampliar sua equipe para suportar o crescimento do negócio. Segundo o balanço, a TCS contratou 11.202 funcionários, totalizando cerca de 386 mil funcionários globalmente. Entre os destaques do período estão a conquista de oito clientes com faturamento superior a US$1 milhão e de 12 clientes com faturamento superior a US$10 milhões, além de um cliente com faturamento superior a US$ 50 milhões e de um superior a US$100 milhões. 

“Observamos um crescimento estável nos vários setores no primeiro trimestre fiscal. Volumes robustos de grandes mercados impulsionados pela ótima conquista de clientes com várias faixas de faturamento e pela aceleração do segmento digital entre outros clientes, nos garantiram um ótimo começo para o ano fiscal. Tivemos excelentes vitórias em todos os mercados e temos um excelente negócio em andamento, o que nos posiciona muito bem para crescer no FY18”, disse Rajesh Gopinathan, CEO da TCS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *