Home  >  Negócios

Com PayPal, SAP Brasil quer ampliar acesso das PMEs a gestão na nuvem

Pequenas empresas poderão usar a plataforma de pagamentos para comprar e pagar pelo uso da solução Business One

Silvia Bassi

02/12/2016 às 18h18

sap_escritorio.jpg
Foto:

A SAP Brasil anunciou nesta sexta-feira (02/12) uma parceria com a empresa de pagamentos digitais PayPal para simplificar o acesso das PMEs (pequenas e médias empresas) à solução de gestão de negócios em nuvem Business One.

Pelo acordo, as empresas poderão comprar e pagar pelo uso do Business One por meio dos serviços  de pagamento digital da PayPal a partir do primeiro trimestre de 2017. A parceria é inédita no mundo e válida apenas no Brasil.A expectativa da SAP é trazer escalabilidade com a adesão de novos usuários.

“Comprar uma solução em nuvem e pagar diretamente via web faz todo o sentido”, diz Paula Paschoal, diretora Comercial do PayPal Brasil. “No momento em que as empresas buscam aumentar produtividade e descomplicar processos - e assim se manterem competitivas-, a utilização de um sistema de gestão em nuvem reduz custos operacionais e permite o ajuste da estratégia”, explica Priscila Jones, diretora de vendas da solução Business One na SAP Brasil.

Nuvem democrática

"A cloud computing democratiza o acesso das empresas à tecnologia", disse Cristina Palmaka, presidente da SAP no Brasil durante evento realizado hoje para o balanço de final de ano da companhia. "A PayPal é cliente global da SAP e, no Brasil, identificamos que o valor cobrado por usuário do Business One - 6 a 7 reais - seria compatível com o ticket da PayPal, daí evoluimos com a parceria", explica. 

A executiva fez o balanço do ano da SAP Brasil celebrando bons resultados "apesar do ano ter sido tomado por um cenário complexo político e econômico no país". Segundo Cristina, o foco da SAP foi investir em transformação digital e ampliação da sua oferta de soluções de gestão em nuvem. A empresa não divulga números, mas segundo Cristina, a depender ainda das vendas de dezembro, o ano fiscal deverá fechar com crescimento percentual de dois e três dígitos, dependendo da área.

Entre os destaques do ano ela lista a contratação de 100 pessoas para o laboratório de inovação que a SAP mantém em São Leopoldo (RS); o lançamento de um data center em São Paulo (colocation com a Equinix) para atender principalmente clientes do setor público; a parceria com a Tivit para o SAP Hana; e o avanço do S/4 Hana, última versão do sistema de gestão da SAP, que completou 100 clientes no Brasil no seu primeiro ano de vendas.

Para 2017, a SAP vai se manter focada em cloud e parceria e deverá ampliar a oferta de produtos em torno das "buzzwords" da transformação digital - analytics, Internet das Coisas e machine learning. No horizonte, segundo a executiva, devem vir mais aquisições de empresas para completar a oferta de tecnologias.

Deixe uma resposta