Home  >  Negócios

Lomadee paga comissões de R$ 4 mi para influenciadores na Black Friday

Erivelto Tadeu

01/12/2016 às 18h09

e-commerce.jpg
Foto:

A Black Friday, principal data do e-commerce no Brasil, bateu recordes de faturamento e de número de consumidores, mas os ganhos não se restringiram apenas a varejistas e compradores. A Lomadee, plataforma de marketing de afiliação, registrou um aumento de 72% nas vendas geradas, em comparação com a edição de 2015. As transações geraram R$ 4 milhões em comissões pagas aos influenciadores digitais participantes da rede.

Somente no dia 25 de novembro, mais de 5 milhões de pessoas foram impactadas pela publicidade da Lomadee. O tíquete médio das compras realizadas por meio da plataforma foi de R$ 600, alta de 24 na comparação com a Black Friday 2015. A plataforma registrou dois picos de vendas, das 23h à 1h (na madrugada de quinta para sexta-feira) e das 10h às 13h (na sexta-feira).

"Os números refletem a importância da data para o varejo, mas também o fortalecimento de um novo e importante nicho de mercado, que é o marketing de afiliação. Os influenciadores digitais são os precursores dessa nova tendência, que tem evoluído ano a ano. Como pioneira e líder no Brasil, a Lomadee continuará concentrando esforços na solidificação do marketing de afiliados como importante ferramenta para a difusão do empreendedorismo digital", diz Isabela Ventura, diretora da Lomadee.

Toda pessoa que produz e divulga conteúdo digital ─ seja blog, site, perfil em redes sociais, site de cupons ou descontos, ou base de e-mail marketing ─ pode ser um afiliado da Lomadee. A plataforma nada mais é do que um elo entre influenciadores e mais de 100 anunciantes.  Ao efetuar a divulgação de um produto ou serviço dessas empresas, o Publisher é comissionado de acordo com o resultado de performance atingido.

Para o empreendedor, a Lomadee funciona como uma ferramenta para geração de renda. Para o lojista, trata-se de um meio de ampliar sua participação no mercado e o aumentar o reconhecimento de sua marca. Isabela Ventura explica que datas como a Black Friday, por causa de sua consolidação no calendário do varejo brasileiro e do apelo junto ao consumidor, geram inúmeras oportunidades, mas é possível gerar renda com o conteúdo publicado na Internet durante todo o ano.

"O empreendedorismo digital é uma realidade, os números da Lomadee mostram isso. Produzir conteúdo na Internet pode ser informativo e lucrativo. A plataforma tem como missão empoderar cada vez mais esses influenciadores”, afirma.

Em 2015, a plataforma gerou R$ 30 milhões em renda para seus mais de 300 mil filiados e R$ 1,3 bilhão de faturamento para seus anunciantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *