Home  >  Segurança

Metade das empresas dos Estados Unidos sofreu ataques de ransomware

Apesar da alta incidência, apenas 3% das organizações atingidas resolveram pagar o resgate exigido por cibercriminosos

Da Redação

05/08/2016 às 12h33

hacker.jpg
Foto:

As ameaças de Ransoware se tornam cada vez mais comuns. Um estudo patrocinado pela Malwarebytes aponta que 41% das empresas dos Estados Unidos sofreram entre um e cinco ataques desse tipo nos últimos 12 meses. Além disso, outros 6% revelaram que verificaram mais de seis ataques no mesmo período.

O malware, que sequestra informações e assume controle de computadores, pode ser extremamente perigoso para uma organização. Segundo o levantamento, 34% das vítimas corporativas pesquisadas reportaram perdas financeiras por conta da ação cibercriminosa.

O estudo identificou como os ransomwares estão afetando as empresas, e descobriu que o malware, geralmente, foi desenvolvido para afetar um PC ou um laptop. Apenas 5% miram servidores e 4% direcionaram-se a dispositivos móveis.

Comumente, a infecção entra na empresa por meio de links (31%) ou documentos anexados (28%) em mensagens eletrônicas, bem como por sites infectados (24%).

Apesar da alta incidência, apenas 3% das organizações dos Estados Unidos atingidas resolveram pagar o resgate exigido pelos hackers. Uma das justificativas, segundo o relatório, é que os ataques a empresas estadunidenses atingem, principalmente, funcionários do baixo escalão.

Além disso, esses malwares não se alastram de forma muito intensa. De acordo com a pesquisa, apenas 9% das empresas afirmou que a contaminação atingiu mais de 25% dos endpoints.

“Cibercriminosos amadores estão espalhando indiscriminadamente ransomware como spam”, acrescenta o documento, indicando que os resgates mais baratos exigidos giram na casa dos US$ 500, por computador de um funcionário do baixo escalão.

“As organizações norte-americanas têm avaliam que as perdas são menores do que os resgates exigidos”, acrescenta o relatório, afirmando que muitas empresas resolvem a questão a partir de mecanismos de backup.

Deixe uma resposta