Home  >  Plataformas

América Latina acelera sua jornada rumo à cloud, constata Microsoft

Serviços de nuvem pública crescerão a uma média anual composta de 31,4% até 2019, quando devem movimentar um total US$ 4 bi na América Latina

Da Redação

31/03/2016 às 16h00

cloud_iot_digital_nuvem.jpg
Foto:

O mercado latino-americano de soluções em nuvem crescerá a taxas superiores às verificadas nas demais regiões do mundo. Pelo menos, é o que aponta um relatório recente encomendado pela Microsoft junto à IDC.

Considerando o volume total de dinheiro movimentado com cloud, porém, a América Latina ainda está bastante atrás de Estados Unidos, Europa e Ásia.

De acordo com o CloudViews Survey 2016, os serviços de nuvem pública na região crescerão a uma média anual composta de 31,4% até 2019, quando devem movimentar um total US$ 4 bilhões. 

O mercado norte-americano (que contempla investimentos tanto nos EUA quanto no Canadá) consumirá US$ 88 bilhões, com uma taxa de expansão de 18% no mesmo período.

A pesquisa foi realizada com mais de 750 parceiros da Microsoft, em oito países (Alemanha, Brasil, Canadá, Estados Unidos, França, Índia, Inglaterra e México) e teve o intuito de analisar a tendência global para aderir serviços de cloud computing.

Os gastos globais com serviços públicos de computação em nuvem atingirão US$ 141 bilhões em 2019, o que representa um crescimento anual composto da ordem de 19,4% e mais do que dobra o mercado atual, estimado em US$ 70 bilhões, em 2015. 

Segundo a IDC, atualmente, mais de 80% das organizações adotam recursos em nuvem. A consultoria indica que apenas 8% não tem interesse no conceito. A curva de adoção indica que o modelo finalmente chegou a um nível interessante de maturidade no mercado.

A Microsoft reconhece que é fundamental posicionar suas ofertas, e tem se esforçado bastante para isso. “As oportunidades trazidas por cloud são massivas. Trata-se de um mercado maior do que qualquer outro que já disputamos”, enfatiza Satya Nadella, CEO da fabricante.

Deixe uma resposta