Home  >  Plataformas

Windows 10 pode ter afetado configurações de privacidade de usuários

Problema estava na última atualização de novembro. Microsoft informou que já corrigiu falha e que novos usuários não serão afetados

Da Redação

25/11/2015 às 12h22

windows_10-start-screen.jpg
Foto:

Caso você tenha baixado a última atualização do Windows 10, talvez seja o momento para você checar suas configurações.

Nesta terça-feira (24), a Microsoft revelou que sua atualização - lançada no dia 12 de novembro - entregue via Internet continha um problema que redefinia as configurações de privacidade de alguns usuários que a instalavam. A companhia informou que já consertou o problema.

No caso, o bug redefinia as configurações nos dispositivos afetados o que poderia tornar mais fácil para anunciantes rastrearem usuários através de aplicações, e permitir que dispositivos compartilhassem informações de usuários via beacons Bluetooth.

A Microsoft soltou uma correção nesta terça-feira, então qualquer pessoa que vier a instalar tal atualização não será afetada pelo bug. A companhia também enviou um comunicado via e-mail informando que aqueles clientes que tiveram suas configurações mudadas terão as mesmas restauradas para a configuração correta nos próximos dias. Entretanto, a Microsoft não disse como planeja fazer isso ainda.

A companhia informou em seu comunicado que o problema afeta um número extremamente baixo de usuários que já haviam instalado o Windows 10 e aplicaram a atualização de novembro. Ainda não está claro qual foi o gatilho que ativou o bug.

A boa notícia nisso tudo é que a Microsoft consertou o problema assim que ele se tornou aparente. A má notícia é que a companhia lançou uma atualização que muda a configuração de usuários que dependem dela para manter sua privacidade.

Tudo isso acontece numa época em que usuários pesam preocupações sobre quais dados o Windows 10 coleta de usuários e as compartilha com a Microsoft. A companhia oferece configurações para parar tal coleta (exceto para dados de telemetria que acredita não ser uma questão de privacidade), mas todas essas configurações não serão nada se bugs as tornarem inúteis.