Home  >  Inovação

IBM compra empresa de meteorologia Weather.com para divisão Watson IoT

Aquisição faz parte da estratégia de investimento da companhia em Internet das Coisas, que agora integra a divisão responsável pelo Watson

Da Redação

28/10/2015 às 17h42

nuvem_vista_de_baixo.jpg
Foto:

A IBM anunciou que vai comprar o site de informações meteorológicas Weather.com e outras plataformas digitais que pertencem ao grupo norte-americano The Weather Company. A aquisição faz parte da estratégia da IBM de aumentar sua presença no mercado de Internet das Coisas (IoT) e vai integrar a nova divisão Watson IoT Unit e a plataforma Watson IoT Cloud.

A compra cobre os produtos de mobilidade e de web do grupo The Weather Company, e incluem as marcas WSI, Weather Underground e The Weather Company. O canal de TV Weather Channel não foi incluído, mas passará a licenciar dados de previsão meteorológica e analytics que serão fornecidos pela IBM em um contrato de longo prazo.

A compra deverá se completar até o final do primeiro trimestre de 2016. Dados sobre o valor da transação não foram divulgados.

A IBM iniciou seu esforço em torno da IoT em março deste ano, quando anunciou que iria investir US$ 3 bilhões em serviços relacionados à Internet das Coisas. No caso da transação com a Weather Company, o que interessa à IBM em particular é a plataforma dinâmica de dados em cloud, que é o motor do seu app móvel - o quarto app mais usado nos Estados Unidos - e que lida com 26 bilhões de requisições por dia no seu serviço baseado em nuvem.

Essa plataforma foi projetada para digerir uma quantidade gigantesca de dados com máxima velocidade e escala. Seus modelos sofisticados analisam dados de 3 bilhões de pontos de referência de meteorologia, mais de 40 milhões de smartphones e 50 mil planos de voo de aeronaves por dia.

Com essa tecnologia, a IBM vai conseguir coletar mais dados globais para aprofundar a capacidade de gerar insigths mais profundos na plataforma Watson. para as empresas interessadas em ingressar na Internet das Coisas, isso vai representar "uma vantagem competitiva significativa na medida em que eles associam seus sensores de dados e negócios à previsão do tempo e outras informações pertinentes em tempo real", explica John Kelly, vice-presidente sênior da IBM Solutions Portfolio and Research.