Home  > 

APIs não são para sempre, nos lembra o SoundCloud

Kleber Bacili

01/09/2015 às 8h25

Foto:

Recentemente, o SoundCloud entrou para um grupo crescente de serviços que restringiram o acesso de desenvolvedores externos à sua API.

Por que um serviço cada vez maior, considerado o Facebook da música por alguns, com uma API recheada de centenas de apps criativos, que aprimoram a experiência do usuário, faria isso?

[caption]

[/caption]

A decisão tem como objetivo reduzir o aumento artificial nos rankings de popularidade de algumas músicas. Agora, cada desenvolvedor pode fazer requisição de até 15 mil músicas por dia, o que inviabiliza qualquer app de se tornar grande demais.

Por exemplo, se alguém quisesse criar um app para tocar músicas ou podcasts, usando a API do SoundCloud, e tivesse mil usuários, cada um só poderia ouvir 15 músicas por dia, até que aquele app tivesse o acesso aos dados bloqueado.

Esse aumento nas restrições acontece de forma paralela ao enorme crescimento no número de APIs e em suas aplicações.

De fato, isso é uma grande ironia, uma vez que uma das maiores vantagens de expor uma API é gerar inovação, de uma forma que até os próprios criadores dos serviços não poderiam imaginar. Só que, em certos casos, essa inovação passa dos limites desejados e a solução é restringir a API.

O caso do Twitter é emblemático. A restrição da API teve o objetivo de incentivar os usuários a entrarem mais no site (e consumirem mais propaganda), em detrimento de programas que tivessem funcionalidades diferenciadas e permitissem uma experiência melhor na rede social.

[caption]

[/caption]

A ESPN também já sofreu com isso, gerando tráfego em sua API e criando concorrência para seu próprio site (onde ganham dinheiro com ads). Outro caso conhecido é o do Netflix, que começou a sofrer com o uso de seus dados em serviços terceiros e até concorrentes. Depois de algum tempo, a API pública do Netflix foi fechada de vez.

[caption]

[/caption]

 

Já há alguns anos, temos cada vez mais serviços incríveis e inovadores, e cada vez mais APIs com potencial de gerar ainda mais inovação. O poder das APIs só aumenta.

Porém, os exemplos acima têm um significado claro e o SoundCloud nos lembrou disso ao restringir sua API: a contrapartida da inovação também é poderosa. Os serviços não são para sempre.

E as APIs também não.

Tags

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *