Home  >  Inovação

Provedores de Hadoop vão se consolidar? Criador do modelo acredita que sim

“Ainda há muito a evoluir antes que isso ocorra”, pondera Doug Cutting, que trabalhou no time do Yahoo que ajudou a criar o conceito

Felipe Dreher

28/08/2015 às 8h35

parceria.jpg
Foto:

Hadoop tornou-se um dos temas de alto interesse no mundo de tecnologia. O modelo de processamento distribuído em escala massiva de aplicação funciona como um dos alicerces do big data. À medida que o conceito amadurece e ganha corpo, os players que atuam nesse mercado devem enfrentar uma onda de consolidação.

Essa é a opinião de Doug Cutting, arquiteto-chefe da Cloudera. Ao lado de Mike Cafarella, ele foi um dos responsáveis por um projeto de 2005 do Yahoo que deu origem ao conceito. Contudo, esses movimentos de fusão e aquisição envolvendo o modelo deve acontecer. Porém, a consolidação da indústria não ocorrerá no curto prazo.

“Ainda há muito a evoluir antes que isso ocorra”, pondera. “A forma como a tecnologia funciona hoje se prova bastante útil”, resume o executivo. Na visão do especialista, esse processo será importante para os usuários da tecnologia.

Existem diversos sabores de distribuição no modelo. Dentre as empresas que atuam nessa frente de maneira mais intensa, surgem nomes como MapR Techonologies, Hortonworks e Cloudera. Mas a lista de companhias que fazem suas apostas é ampla e estampa marcas como Intel, Teradata, IBM e Microsoft.  

Cutting acredita que é difícil prever o futuro do Hadoop devido ao seu caráter de distribuição open source. Ele acredita que o conceito passará por uma rápida e constante evolução. “Coisas novas chegarão ao longo do tempo”, define.

Deixe uma resposta