Home  >  Inovação

SAS facilita exploração de recursos em Hadoop

Data Loader permite que profissionais realizem tarefas específicas sem a necessidade de treinamentos ou habilidades mais aprimoradas

Da Redação

22/05/2015 às 10h23

elefante_hadoop.jpg
Foto:

Hadoop ganhou relevância nas discussões da indústria de TI ao longo dos últimos anos. Provedores de tecnologia preparam suas ferramentas para que clientes tirem o máximo de proveito do modelo em seus projetos envolvendo grandes volumes de dados. O SAS fortaleceu sua abordagem ao conceito com o lançamento de uma solução para facilitar a vida de usuários.

De acordo com a fabricante, o novo Data Loader para Hadoop permite que profissionais realizem tarefas específicas sem a necessidade de treinamentos ou habilidades mais aprimoradas, como aprender uma nova linguagem de programação.

A ferramenta permite que usuários que não estejam totalmente acostumados com estas ferramentas possam categorizar, gerenciar e higienizar os dados no cluster computacional por meio de uma interface intuitiva, baseada na web, que permite um acesso “self-service” a recursos de big data sem a intervenção da área de TI.

“Organizações de todos os portes e segmentos estão carregando cada vez mais informações em plataformas Hadoop, em níveis jamais imaginados”, avalia a fornecedora, ponderando que, para que as possam extrair valor dessas plataformas para a tomada de decisão, os dados precisam estar preparados para uma exploração analítica.

A fornecedora lista que o Data Loader facilita integração, preparação e checagem da qualidade dos dados, entre outras atividades. Depois desse processo, é possível carregar dados no SAS LASR Analytic Server para visualização e exploração futura.

Devagar

Apesar do barulho, Hadoop ainda não decolou no universo corporativo. Um estudo recente do Gartner com 284 empresas descobriu que mais da metade delas não possui planos de investir no conceito dentro de um intervalo de dois anos.

Falta de habilidade é o maior inibidor na adoção da tecnologia para 57% dos respondentes. Além disso, quase metade do universo pesquisado (49%) alega que o desafio reside na extração de valor a partir do uso da tecnologia.

Deixe uma resposta