Home  >  Plataformas

Saiba como preparar seu data center para o mundo digital

Estrutura e função dos centros de processamento de dados precisarão passar por modernização para não comprometer o futuro dos negócios das empresas

Da Redação

22/04/2015 às 9h05

data_center.jpg
Foto:

A economia digital mudará a forma como as empresas se relacionam com mercados e seus públicos-alvos. Porém, levar a TI a uma posição de protagonista nos processos de negócio exigirá mudanças sistêmicas na retaguarda das organizações. “A estrutura e a função dos data centers terão que ser alteradas, ou a agilidade dos negócios e a força competitiva empresarial será comprometida”, afirma o Gartner.

A consultoria reconhece que as infraestruturas de processamento de dados ocuparam papel importante no ecossistema tecnológico até o momento. Mas, apesar de mudanças em tecnologias de energia, refrigeração e construção, as funções básicas permaneceram similares ao longo dos anos

“Os data centers são centrados em altos níveis de disponibilidade e redundância, processos bem documentados para gerir a mudança, estruturas tradicionais de fornecimento e estruturas organizacionais segmentadas. Essa abordagem, no entanto, já não é apropriada para o mundo digital”, define.

Diante dessa realidade, o Gartner destaca cinco razões pelas quais as organizações precisam desenvolver uma estratégia mais adequada e moderna para estruturas de DC:

1. Faça o data center se comportar como uma fábrica e um laboratório – Com a explosão no volume de dados, as infraestruturas precisarão estar preparadas para trabalhar montanhas de informação com agilidade. Dessa forma, precisarão escala no processamento. Na outra ponta, necessitarão ter habilidade de testar novas abordagens sem interromper as rotinas.

2. Gerencie a pressão sobre o data center para torná-lo ágil e inovador – O ambiente precisa estar preparado para rodar processos tradicionais sem perder a capacidade de abrigar tecnologias inovadoras, no que a consultoria chama de abordagem bimodal da TI.

3. Gerencie diferentes tipos de risco – O data center será o ponto para onde irá convergir bilhões de dados oritundos de milhões de dispositivos. Tradicionalmente, esses ambientes focam gestão de risco associadas a tempo de parada, disponibilidade ou brechas em aplicações. As estratégias para um mundo digital precisam ser mais amplas considerando a capacidade de concluir transações sem falhas e assegurando todo o ciclo dos serviços.

4. Torne o data center parte de uma topologia híbrida e ampla – Nos próximos anos, mais da metade do investimento em TI será feito pelas áreas usuárias. Os recursos canalizados por executivos das linhas de negócio tende a considerar a contratação de soluções em nuvem. Torne sua infraestrutura apta para acomodar esse contexto.

5. Abrace as novas tecnologias de uma maneira diferente – Lembre-se que a digitalização dos negócios trará consigo novas tecnologias. Será, portanto, necessário expandir os horizontes para além dos recursos tradicionais utilizados atualmente.

Deixe uma resposta