Home  >  Plataformas

Riverbed promete eliminar necessidade de infraestrutura em escritórios remotos

Proposta do StellFusion 4.0 reside em virtualizar e consolidar 100% dos dados e servidores nos data centers da companhia

Da Redação

20/04/2015 às 15h01

convergencia_cloud_nuvem.jpg
Foto:

A Riverbed Technology lançou uma ferramenta que vem com a promessa de reduzir ou eliminar a necessidade de infraestrutura tecnológica em escritórios remotos ou filiais. A proposta do StellFusion 4.0 reside em virtualizar e consolidar 100% dos dados e servidores nos data centers da companhia.

“O lançamento atende aos desafios de TI atuais de ambientes de escritórios distribuídos ao permitir que as organizações eliminem vários equipamentos dos sites remotos, promovendo o provisionamento e recuperação instantâneos, fornecendo segurança e visibilidade. Ainda, assegura que as aplicações sejam acessadas com agilidade e alto desempenho”, detalha a fornecedora.

Segundo a provedora, a solução traz plataformas de hardware atualizadas e redesenhadas para entregar uma melhoria de performance e escalabilidade para sites remotos e unidades regionais de todos os tamanhos. A versão vem também com uma funcionalidade que assegura que os dados sejam acessíveis tanto em ambientes privados quanto em nuvens híbridas, permitindo a habilidade de suportar e recuperar informação do data center.

De acordo com a Riverbed, uma média de 50% dos colaboradores de empresas estão baseados em escritórios remotos (filiais, estações de trabalho, fabricação de manufatura, etc), isso significa que se as aplicações não funcionarem, os empregados não poderão trabalhar e o negócio terá perdas, causando um impacto direto na produtividade da organização.

Dependendo do tipo de filial, seja site remoto de empresa ou mesmo loja, esse ambiente requer um suporte de uma equipe de TI acostumada com infraestruturas caras e ineficientes que precisam ser mantidas com desempenho e com recuperação de informações.

“Hoje, 50% dos dados corporativos e propriedade intelectual estão fora dos data centers, o que os torna desprotegidos, abertos a riscos. Os processos de backup são trabalhosos e a recuperação de dados consome muito tempo, sem mencionar os desafios do provisionamento de novos serviços ou aplicações em um mundo totalmente dinâmico. Essas atividades e outras de operações de suporte de TI consomem 50% do orçamento do setor”, afirma a fabricante.

Deixe uma resposta