Home  >  Negócios

Motorola reforça estratégia e terá mais duas lojas no Brasil até o fim de maio

Com novos estabelecimentos em Salvador e Recife, empresa terá cinco unidades do tipo no país. Outras lojas ficam em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba

Luiz Mazetto

20/04/2015 às 16h53

motorola_loja_smartphone.jpg
Foto:

A Motorola planeja abrir mais duas lojas conceito no Brasil até o final de maio. Com isso, a empresa chegaria a um total de cinco estabelecimentos desse tipo no país. As novas lojas em Salvador e Recife, programadas para o próximo mês, se juntarão às unidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba, em funcionamento desde o fim de 2014.

No entanto, a empresa ainda não confirma se terá mais lojas em outros locais do Brasil até o fim de 2015. “Ainda não temos um plano fechado sobre essa expansão no país. Essas lojas, de Salvador e Recife, estão em fase final de execução e estamos analisando a viabilidade de abrir em outros lugares”, afirma o gerente de Operações de Clientes da Motorola, Rodrigo Rosa.

Apesar de venderem produtos como os smartphones da linha Moto e seus acessórios, as lojas possuem um foco maior em assitência técnica. De acordo com Rosa, as unidades trazem uma “experiência diferenciada” aos usuários no pós-venda.

“É um conceito totalmente novo. Por exemplo, o tempo máximo de espera na fila é de 5 minutos. E se não consertarmos o aparelho na hora, a pessoa sai com um celular igual por empréstimo. Além disso, temos um sistema nas lojas que é chamado de “reparo rápido”, pelo qual os consertos são feitos entre 30 e 40 minutos, caso o cliente possa esperar no local.”

Segundo o executivo, a média de satisfação dos clientes com as novas lojas conceito é de quase 100%.

Brasil pioneiro

Segundo maior mercado da Motorola no mundo – vale notar que o Moto G foi o aparelho mais vendido por aqui em 2014 - o Brasil foi escolhido para inaugurar essa iniciativa, que, segundo Rosa, faz parte de um programa maior da empresa com foco no pós-venda. “Outra ação é o fato de o cliente poder acompanhar o conserto do seu aparelho em tempo real pelo site.”

Os próximos destinos do projeto incluem a Índia, onde a inicitiva já está em fase final de implantação, e mais locais da América Latina, como México e Colômbia, ainda sem data oficial de inauguração.

Assistência padrão

Além dessa “assistência técnica diferenciada”, a Motorola também oferece o serviço nos moldes tradicionais em quase 100% do território nacional.

Para quem vive em cidades sem cobertura local por meio de lojas e assistências autorizadas, é possível usar o chamado Moto Coleta, serviço pelo qual o cliente manda o produto para a Motorola via correio – pago pela própria empresa.

Deixe uma resposta