Home  >  Inovação

BT lança hacking ético para testar segurança de carros conectados

Empresa de telecomunicações terá serviço voltado para ajudar indústria automotiva a proteger veículos contra ciberataques

Da Redação

20/04/2015 às 15h16

carro_conectado_doodle.jpg
Foto:

A empresa inglesa de telecom, BT, anunciou o lançamento do BT Assure Ethical Hacking for Vehicles (serviço BT Assure de Hacking Ético para Veículos), novo serviço de segurança desenvolvido para testar a exposição de carros conectados a ataques cibernéticos e contribuir para o trabalho dos desenvolvedores de soluções de segurança.

O serviço engloba uma série de testes que visam as "superfícies de ataque" de um veículo. Ou seja, interfaces que podem acessadas dentro dos veículos – Wi-Fi, links 3G ou 4G, conexões Bluetooth, portas USB e unidades de DVD, por exemplo – e conexões externas, como links para redes móveis ou de tomadas elétricas.

O objetivo final é identificar vulnerabilidades que possibilitem configurações não autorizadas ou a introdução de malware no veículo. Esses sistemas remotos podem incluir os laptops de engenheiros de manutenção, prestadores de serviços de informação ou entretenimento, etc.

Vantagens e riscos

Os veículos hoje podem usar sistemas preditivos para fugir de congestionamentos no trânsito, reduzir emissões de carbono e melhorar seu desempenho e segurança  Cada vez mais eles se conectam por meio de sistemas eletrônicos, usando ferramentas de navegação, segurança, informação e entretenimento.

A disseminação dessas tecnologias traz preocupações quanto ao possível acesso de hackers ao controle das funções dos veículos, ou ao uso para fins comerciais das informações relativas aos hábitos de seus motoristas sem que eles saibam ou consintam nisso. Assim como no caso de outros dispositivos conectados à "Internet das Coisas" (Internet of Things, ou IoT), a segurança e integridade dos dados é de vital importância para impedir o acesso não autorizado e até mesmo o sequestro remoto do veículo.

A equipe global de especialistas em segurança da BT inclui "hackers éticos", capazes de oferecer um método padronizado de teste que simula ataques de hackers, informando sobre possíveis vulnerabilidades e oferecendo recomendações. Para garantir que o veículo permaneça em segurança ao longo de toda a sua vida útil, a BT também oferece suporte permanente no combate às ameaças.

Hubertus von Roenne, vice-presidente de práticas setoriais globais da BT Global Services, observa que “os veículos hoje são dispositivos conectados, colocando os fabricantes e seus fornecedores frente a um novo tipo de desafio à segurança. Já vimos, por exemplo, carros infectados com malware ao se conectarem para recarga elétrica porque simplesmente ninguém imaginou que isso fosse possível. Com o conhecimento e experiência de nossos consultores de ethical hacking identificamos essas vulnerabilidades hoje – antes de qualquer outra empresa".

A BT é uma das líderes mundiais no fornecimento de soluções e serviços de telecomunicações, operando em 170 países. A BT tem cinco principais linhas de negócio: BT Global Services, BT Business, BT Consumer, BT Wholesale e BT Openreach.

Deixe uma resposta