Home  >  Negócios

SAP avança sobre market share da Totvs

Pesquisa da FGV indica que alemã detém 30% de participação de mercado, contra 36% da brasileira

Felipe Dreher

17/04/2015 às 15h12

sap_cristina_palmaka_erp.jpg
Foto:

A Totvs ainda detém a maior fatia do mercado de softwares de gestão empresarial (ERP) no Brasil. A brasileira, contudo, começa a sentir a SAP se aproximando e colocando em risco a sua hegemonia. Os avanços da alemã estão estampados nas edições mais recentes do estudo da Fundação Getulio Vargas que mede a utilização de TI no País.

Não faz muito tempo que a fornecedora nacional ostentava 40% de market share. Muito desse número angariado a partir de um processo intenso de consolidação que promoveu no mercado. Esse percentual vem caíndo ao longo dos últimos anos. Na edição de 2015 do estudo chegou a 36%.

A companhia, contudo, ainda reina soberana no universo das pequenas empresas (empresas com até 170 teclados, no estudo), com mais da metade (51%) de participação. Sua presença nas médias (entre 170 e 700 teclados) também é considerável (40%).

É justamente nessa camada de organizações que a SAP vêm direcionado seus esforços. A fabricante, que detém 30% do mercado brasileiro de ERP, trabalha para crescer na base da pirâmide.

A alemã, que possui 51% de market share entre as grandes (mais de 700 teclados), aos poucos vai comendo as bordas da pizza que ilustra graficamente o mercado. A empresa passou de 9 para 10% sua penetração em empresas com até 170 teclados.

Esse ponto percentual foi conquistado sobre a concorrente nacional, que viu sua participação no segmento cair de 52% para 51% no intervalo de um ano. A pesquisa apontou comportamento semelhante no segmento de médias companhias, com a SAP ganhando um ponto percentual (chegando a 25%) da Totvs (agora com 40%).

Fernando Meirelles, professor da FGV e responsável pela pesquisa Administração e Uso da TI nas Empresas, avalia que o cenário de competição entre as companhias como algo natural. “A SAP não tem um grande espectro de produtos e só pode crescer de um jeito”, sintetiza, apontando que o caminho da expansão é justamente sobre o segmento onde atua a concorrente nacional. 

No topo da pirâmide

O especialista lembra que o mercado de ERP já é bastante consolidado no segmento de grandes corporações e dificilmente ocorrem “divórcios” dos usuários desses sistemas com os fabricantes que lhes atendem.

Vale ressaltar que SAP viu seu market share entre as grandes corporações cair de 52% para 51% em 2014. Essa participação, pelo menos até onde mapeia a pesquisa, não foi abocanhada pela Totvs.

A Oracle ocupa a terceira posição entre os principais fornecedores de softwares integrados de gestão no Brasil. A companhia possui 16% de market share (sendo 21% de presença nas grandes, 17% nas médias e 9% nas pequenas).

Totvs, SAP e Oracle concentram 82% do mercado brasileiro de ERP. A Infor fica com 5% de penetração. Os outros 13% se dividem entre outros fornecedores.

Onde está o lucro

“80% do lucro dos fabricantes [de software] no Brasil no ano passado esteve na venda de ferramentas de inteligência analítica”, define Meirelles, sinalizando o mercado que abarca soluções de business intelligence, CRM e demais tecnologias para extrair informações de dados.

De acordo com estudo da FGV, a SAP detém 26% de penetração nesse mercado. A Oracle ocupa a segunda posição, com 21% do mercado geral; seguida pela Totvs (16%). Microsoft e IBM estão empatadas com 10% de penetração. Quem estreou na lista pesquisa em 2014 foi a sueca Qlik, com 6% de market share.

Deixe uma resposta