Home  >  Plataformas

Yamaha aposta em geomarketing e cresce 2,5% em marketshare

Solução OnMaps permitiu à companhia posicionar melhor a distribuição de suas concessionárias e adequar mix de produtos

Da Redação

30/03/2015 às 18h20

geolocalizacao.jpg
Foto:

Com uma rede de aproximadamente 500 concessionárias no Brasil, a Yamaha Motor deslocava seus colaboradores para a realização de pesquisas de campo sempre que precisava definir suas ações para cada região onde atua. Além disso, a fabricante utilizava uma estratégia nem sempre eficaz – basicamente rastreava o local onde os rivais abriam uma loja –, para planejar suas ações na mesma região.

Todo o trabalho dependia do uso de mapas físicos, tinha custo alto e demorava meses para ficar pronto. Às vezes, os dados já estavam desatualizados ao final da pesquisa. Os negócios exigiam uma abordagem balizada em um fluxo de informação mais ágil e assertivo.

Diante desse cenário, a Yamaha passou a fazer a gestão de sua rede com o apoio da uma plataforma web de inteligência geográfica OnMaps, desenvolvida pela Geofusion. A ideia é que a tecnologia ajudasse a companhia a organizar a rede de concessionárias, aumentando sua capilaridade.

A solução permitiu que fossem identificados dois grandes desafios para a obtenção da meta: haviam lojas mal posicionadas e outras com o mix de produtos inapropriados para o local de atuação.

Com o auxílio da plataforma de geomarketing, a companhia conseguiu identificar as unidades de melhor performance, para entender os fatores geográficos que explicam o sucesso delas. Além disso, mapeando os pontos de baixo desempenho, mas situados em locais com potencial, foi possível fazer um trabalho de adequação do mix de produtos à região. Foi possível, ainda, encerrar a operação das concessionárias que apresentava baixa performance e em locais considerados de baixo potencial.

A estratégia ajudou a Yamaha a vender mais com um número menor de concessionárias e com a reorganização da rede, também foi possível diminuir a canibalização entre as unidades e otimizar a cadeia de distribuição. Com isso, a companhia viu seu marketshare crescer 2,5% em menos de um ano.

Um exemplo prático da iniciativa versa sobre a inauguração de duas novas concessionárias no Mato Grosso do Sul, de um mesmo grupo empresarial, que em menos de seis meses de atuação aumentaram a participação de mercado de 2,4% para 15% e de 1,6% para 19,5% respectivamente.

Deixe uma resposta