Home  >  Plataformas

Instituto Ekloos libera sistema de gestão online grátis para ONGs

Plataforma desenvolvida foi pela Easybus Software e viabiliza ferramentas para que os gestores sociais possam estruturar melhor os projetos.

Redação

22/11/2013 às 19h15

Foto:

Acaba de ser liberada pela internet o sistema ONGFácil, considerado o primeiro de gestão gratuito desenvolvido especificamente para ONGs. Idealizado pelo Instituto Ekloos, o objetivo do software é viabilizar ferramentas para que os gestores sociais possam estruturar melhor os projetos e atender com qualidade mais beneficiários.

Segundo o Instituto Ekloos, o ONGFácil realiza a gestão das ONGs de forma automatizada e com informações que possam apoiar decisões estratégicas, além de facilitar a prestação de contas para os financiadores. 

De acordo com a empresa, o Brasil tem mais de 290 mil ONGs e a grande maioria ainda utiliza papeis ou planilhas na gestão. "Agora será possível utilizar um sistema automatizado que transforma os problemas da ONG em soluções com rápidos cliques", garante a empresa.

“As ONGs são fundamentais para a sociedade, mas realizar um projeto social é um grande desafio. Os recursos são escassos e dificilmente são disponibilizados para gestão. Agora, com um sistema específico com módulos gratuitos, fica bem mais fácil” explica Andréa Gomides, presidente do Instituto Ekloos.

O sistema foi desenvolvido pelo Instituto Ekloos em parceria com a Easybus Software, empresa desenvolvedora de sistemas. “Acreditamos que este sistema irá beneficiar diversas organizações por isso resolvemos doar horas dos nossos programadores como uma ação de Responsabilidade Social” conta Leandro Carvalhal, sócio da Easybus Software.

Como funciona

As ONGs interessadas entram no site e seguem o passo a passo para se cadastrarem e depois usufruírem do sistema. Estão disponíveis as seguintes funcionalidades de forma gratuita: cadastramento de projetos, colaboradores, beneficiários e doadores, sejam pessoas físicas ou jurídicas; controles orçamentários; avaliação de evasão de beneficiários; número de beneficiários atendidos; acompanhamento de frequência e de doações, possibilitando fidelizar os doadores e mantê-los informados das ações realizadas pela entidade. 

O sistema também controla pagamentos e a tesouraria em módulos adicionais, que por serem mais complexos têm um custo de R$ 210 por mês. O valor pago é revertido para a sustentabilidade do próprio ONGFácil.

 

Deixe uma resposta