Home  >  Acervo

Por que projetos de ERP ainda atrasam?

Estudo com 172 companhias revela que as implementações continuam ultrapassando os prazos planejados e menos de 60% disseram que obtiveram os benefícios esperados da tecnologia.

Chris Kanaracus

26/02/2013 às 7h30

Foto:

O atraso na implementação de software de gestão empresarial (ERP) continua acontecendo e até aumentou em 2012. A constatação é de estudo realizado pela Panorama Consulting, prestadora de serviços de TI norte-americana, especializada em projetos dessa tecnologia.

A conclusão é de uma pesquisa online realizada entre setembro do ano passado e janeiro desse ano pela Panorama com 172 empresas. No ano passado, o custo médio de um projeto de ERP entre os entrevistados nos Estados Unidos foi de 7,1 milhões dólares e o prazo estimado de implementação era de 17,8 meses. 

Entre os entrevistados,  61% relataram que a implementação vai levar mais tempo do que o planejado inicialmente, ante 54% de um estudo realizado em 2011 pela Panorama.

No entanto, o custo dos projetos caiu 56% na comparação com 2011 e 74% em relação com os valores reportados em 2010.

Outra constatação da pesquisa é que mais 60% dos entrevistados disseram que obtiveram 50% ou menos dos benefícios esperados dos projetos. Em 2011, esse índice foi de 48%. 

Aproximadamente 40% dos entrevistados concluíram seus projetos de ERP no prazo, enquanto outros 36% ultrapassaram os cronogramas e 17% ainda permanecem na fase de planejamento, de acordo com o relatório.

Quase metade dos entrevistados revelou que seus projetos tinham entre um e 100 usuários cadastrados no sistema. Outros 16% tinham mais de mil usuários nomeados.

Entre os entrevistados, 53% registraram receita anual de 50 milhões de dólares ou menos, mas 21% obtiveram pelo menos 1 bilhão em faturamento anual.

As empresas disseram que a razão do atraso não tem a ver com a tecnologia em si dos ERPs escolhidos, mas por causa de dificuldades técnicas nas implementações e mudança de escopo do projeto inicial. Outra razão apontada são problemas organizacionais.

Aspectos positivos 

A pesquisa traz alguns resultados positivos. Mais de 80% dos entrevistados disseram que estavam satisfeitos com o projeto de ERP. Entre estes, 60% afirmam que tiveram sucesso com a iniciativa. 

Outra parcela de um terço (30%) é neutra ou não sabe se o seu projeto alcançou os objetivos, o que, segundo a consultoria, demonstra a falta de plano de negócio e auditoria pós-implementação. Nesse caso, falta também comunicação sobre os resultados do projeto de liderança, concluiu o relatório.

Um em cada dez entrevistados, no entanto, classificou seu projeto como um fracasso. Nas últimas semanas, por exemplo, dois grandes projetos foram cancelados por órgãos públicos na Califórnia (EUA). 

Um dos projetos envolve a implementação de um sistema de folha de pagamento e outro é modernização do Departamento de Veículos Motorizados. Legisladores norte-americanos, irritados por uma onda crescente de gastos do governo com TI pediram reformas nos últimos meses ecanceladomento de alguns contratos. 

 

Deixe uma resposta