Home  >  Sem Categoria

Social Learning: a nova revolução do e-Learning

itmidia

22/10/2012 às 0h01

Foto:

Por David Mello*

Sem dúvida o e-Learning promoveu uma revolução no aprendizado. O poder de estudar a partir de qualquer lugar, a qualquer hora, de casa, do trabalho, em trânsito, do smartphone, com acesso a todo tipo de conteúdo, nos mais diversos idiomas, e tudo ao alcance de alguns cliques ou toques, é uma realidade. O e-Learning quebrou fronteiras e as salas de aula tradicionais se transformaram em salas virtuais, com cursos online, workshops, interatividade e multimídia. Isso tanto no ambiente acadêmico quanto no ambiente corporativo.

Mas um componente vital ainda faltava: outras pessoas. Pesquisas realizadas nos EUA mostram que boa parte do que se aprende no ambiente de trabalho ocorre por meio da interação com outras pessoas, o que vai muito além do modelo tradicional de aprendizagem ou mesmo do e-Learning.

Imagine a seguinte situação: você está em uma festa, mas quer saber como anda o jogo do seu time. Você pega então o seu smartphone, posta uma pergunta na rede social e, em poucos segundos, seus amigos informam o resultado do jogo, quem marcou o gol e se o seu time está jogando bem ou não. Bastante comum, não?

Imagine ainda: você sai de uma reunião em que ficou responsável por criar um plano de ação para um projeto de extrema importância. Você então posta na rede social um pedido de dicas e, na mesma hora, surgem dicas de websites, relatos de experiências da mesma natureza e outras informações que podem ser úteis. Tudo isso fica lá, registrado, e discorre como se fosse uma conversa em um café, mas sabemos que seus amigos estão em outras cidades ou até mesmo em outros países. Você então aprende algo novo ou aperfeiçoa um conhecimento que já possuía. Tudo ali, rápido, em tempo real, com uma experiência enriquecedora.

O Social Learning é um conceito que vai além do aprendizado tradicional. Consiste em colocar em um mesmo modelo a aprendizagem formal, informal, pessoal e social. Tudo isso ocorrendo simultaneamente, com temas diferentes, materiais diferentes, pessoas diferentes, comunidades diferentes, idiomas diferentes. Considere ainda poder compartilhar arquivos, descrever uma atividade no seu blog pessoal, ler as principais notícias do dia, participar de uma lista de discussão, assistir a um vídeo sobre como realizar uma determinada atividade. Ou seja, aprender não apenas observando, mas interagindo, criando.

Com o Social Learning, é possível chegar ao final do dia com mais conhecimento do que quando eu acordei. Tudo ali, ao meu alcance. Não fiz nenhum curso formal, mas aprendi e muito. E o melhor: tudo registrado no sistema, disponível para busca pelos colegas e por mim mesmo, em outra oportunidade.

Isso ajuda a descrever o que é o Social Learning. Aprender de diversas formas diferentes, com diferentes meios, diferentes fontes, diferentes interações, tudo quase ao mesmo tempo. Cursos, certificações, metas, avaliação de desempenho, grupos de discussão, reuniões online, chat….tudo permite o aprendizado. Mas são as pessoas que fazem a diferença e o desafio do RH é oferecer meios para que as pessoas se desenvolvam, tragam os resultados e ajudem a empresa a crescer. Sem que o colaborador perca o foco no que é mais importante: aprender. Sempre!

*David Mello é Solution Consultant, Director da Saba

Deixe uma resposta