Home  >  Negócios

Resultados financeiros animam setor de tecnologia nos EUA

Empresas como Adobe, Red Hat, Oracle e Progress Software estão otimistas após anunciarem os relatórios de receitas financeiras.

Por IDG News Service

26/03/2010 às 13h07

Foto:

Embora a temporada de resultados se torne séria só depois do mês de abril, os relatórios financeiros e previsões de ganhos desta semana de empresas como a Adobe, Red Hat, Oracle e Qualcomm indicam que as vendas de produtos de tecnologia estão se recuperando da recessão.

Na quinta-feira (25/3), a Oracle apresentou seus resultados financeiros para o período de três meses encerrado em 28 de fevereiro deste ano. Segundo a companhia, o lucro foi arrastado por encargos de reestruturação efetuados na sequência da compra da empresa Sun Microsystems, encerrada em janeiro.

Os ganhos diminuíram 10% em comparação com o trimestre do ano passado para 1,2 bilhão de dólares. No entanto, as vendas de novas licenças, chave para o crescimento de qualquer empresa de software, aumentou 13% para 1,7 bilhão de dólares. A receita total subiu 17% para 6,4 bilhões de dólares.

A Red Hat reportou na quarta-feira (24/3) seus resultados trimestrais. A receita total para o período de três meses encerrado em 28 de fevereiro foi de 195,9 milhões de dólares, um aumento de 18% em comparação com o ano passado. O lucro líquido do trimestre foi de 23,4 milhões de dólares, comparado com os 16,4 milhões de dólares passado.

As ações da Oracle diminuíram 0,27 dólares, ficando em 25,82 dólares no mercado pós-negociação após o anúncio, possivelmente porque os investidores queriam ver ganhos mais fortes. O aumento do fornecedor de venda do software bellwether, no entanto, indicam que as vendas de software corporativo estão crescendo.

A Adobe Systems, afirmou que seu rendimento em relação ao primeiro trimestre fiscal encerrado em 5 de março atingiu 858,7 milhões de dólares, ante 786,4 milhões de dólares no mesmo trimestre do ano passado. Maiores despesas operacionais fizeram algum dano ao lucro, que ficou em 127,2 milhões dólares em comparação com 156,4 milhões de dólares um ano antes.

No entanto, a previsão da companhia para o trimestre em curso superou as expectativas dos analistas. A Adobe espera lucro líquido entre 0,39 e 0,44 dólares por ação, com vendas de 875 milhões de dólares para 925 milhões de dólares. Analistas consultados pela Reuters previam lucro de 0,41 dólar por ação, com vendas de 860,5 milhões de dólares.

Também na terça-feira (23/3), a Progress Software, especializada em negócios de software de gestão de processos, relatou um aumento nas vendas do segundo trimestre fiscal encerrado em 28 de fevereiro. A receita foi de 127,5 milhões de dólares, até 6 % em relação ao mesmo período do ano passado. O lucro líquido correspondeu a uma perda de 1 milhão, comparado a um lucro de 3,7 milhões no mesmo trimestre do ano passado, devido a encargos de reestruturação.

A Qualcomm, empresa especializada em chips para dispositivos móveis, anunciou suas projeções para o trimestre encerrado em 28 de março na quarta-feira (24/3). A companhia espera ganhos de 0,56 a 0,58 dólares por ação e receita de 2,55 bilhões de dólares para 2,65 bilhões de dólares.

A receita para a indústria mundial de chips como um todo vai crescer 16% este ano, disseram os analistas da IDC em um evento da indústria em Taipei na quinta-feira (25/3). Essa previsão é menor do que as das empresas de pesquisa de mercado, principalmente porque o IDC não é tão otimista quanto às vendas aos consumidores.