Home  >  Negócios

Nortel entra com pedido de falência no Brasil

admin

12/03/2010 às 14h52

Foto:

A Nortel Networks entrou com pedido esta semana na Justiça para encerrar suas atividades no Brasil. Segundo informou o advogado da companhia, Júlio Mandel, do escritório Mandel Advocacia, a fabricante acumula dívida de 700 milhões de reais no País e por não poder mais operar acabou solicitando autofalência.

O pedido foi encaminhado na última quarta-feira, 10/3, à 1ª Vara de Falências e Recuperação de São Paulo que terá prazo de 30 dias para analizar o processo. Caso a solicitação de autofalência seja acatada, será nomeado um administrador judicial para cuidar da liquidação da empresa.

Segundo o advogado Mandel, a subsidiária tomou essa decisão em razão de não possuir recursos para manter sua operação no País. O pedido de concordata pela matriz, no Canadá e a filial dos Estados Unidos, tornou o negócio inviável sem ajuda financeira.

 “A Nortel tem uma dívida de 700 milhões de reais no Brasil e o pedido de autofalência é para que a liquidação seja realizada de forma ordenada", argumenta o advogado. De acordo com ele, os principais credores da subsidiária são fornecedores externos e do mercado local. Ele informa que as despesas trabalhistas são baixas, em razão de a equipe ter sido reduzida depois que a empresa entrou em crise.

Situação da Nortel

A Nortel era uma das principais fabricantes do mercado internacional de infraestrutura para telecomunicações, mas em 2008 começou a entrar em crise, afetada pela desaceleração da economia mundial. Em janeiro do ano passado, a companhia entrou com pedido de concordata no Canadá e nos Estados Unidos.

Com os baixos resultados, a empresa iniciou um plano de reestruturação e venda de parte de seus negócios. A unidade de equipamentos de voz sobre IP foi arrematada pela Avaya. A Ericsson adquiriu a divisão de produtos GSM e Ciena a parte de redes ópticas. A crise acabou atingindo as subsidiárias, inclusive do Brasil.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *