Home  >  Plataformas

Telefônica espera 1,3 milhão de clientes de banda larga popular

Este é o número de residências do Estado de São Paulo que acessam a internet por meio de conexão discada.

Fabiana Monte

16/10/2009 às 16h02

Foto:

No prazo de um a dois anos, a Telefônica espera atingir 1,3 milhão de clientes com a oferta de banda larga popular anunciada nesta quinta-feira (15/10), na Futurecom. Este é o total de domicílios em São Paulo que acessam a internet por meio da linha telefônica discada, de acordo com a empresa. A oferta está disponível apenas para os clientes da Telefônica, uma vez que é preciso ter um telefone da empresa para adquirir o produto.

O diretor de mercado residencial da Telefônica, Fábio Bruggioni, diz que a empresa optou por lançar sua oferta com velocidade de 250kbps - próxima ao mínimo de 200kbps estabelecido pelo decreto - para "garantir a sustentabilidade econômica da oferta".

Além disso, diz Bruggioni, essa velocidade é cerca de cinco vezes superior aos 56kbps atingidos pela conexão discada, o que atenderia bem ao usuário iniciante de banda larga. "No primeiro ano, o consumo é 40% inferior aos anos subsequentes. Os novos clientes têm uma perspectiva diferente em relação à banda larga", avalia.

O executivo admite que a possibilidade de migração de usuários de planos de 1Mbps para a banda larga popular também foi considerada durante o processo de formatação da oferta. Atualmente, a oferta mais barata do Speedy, serviço de banda larga da Telefônica, tem velocidade de 500kbps e custa 49,90 reais. Já em relação a acesso discado, o valor pago mensalmente varia em função do uso do consumidor. Uma oferta que inclui chamadas locais e dial up ilimitados

Bruggioni afirma que a Telefônica vai lançar em breve ofertas complementares à banda larga popular. Ele não quis dar detalhes dos novos produtos, mas disse que serão voltados à prestação de serviços, tal como antivírus e suporte técnico, por exemplo.

Deixe uma resposta