Home  >  Plataformas

Banda larga popular da Telefônica terá velocidade de 250kbps

Empresa começa a vender plano em 09/11, como parte do programa de banda larga popular anunciado pelo governo do Estado de São Paulo.

Fabiana Monte

15/10/2009 às 14h18

Foto:

selo-interna-topo2

A Telefônica passará a vender um plano de internet dentro das especificações do decreto da banda larga popular apresentado pelo governo nesta quinta-feira (15/10), que estabelece a isenção de ICMS para serviços do tipo. O plano custará 29,80 reais e velocidade de 250kbps, incluídos modem, instalação e provedor. O plano da Telefônica começará a ser vendido em 09/11.

De acordo com o governador de São Paulo, José Serra, o plano de banda larga popular tem potencial de alcançar 2,5 milhões de computadores no Estado, total de domicílios que têm PC e não acessam a internet ou usam internet discada. "Pelo menos metade vai se integrar", acredita. O governador não quis estimar o montante da renúncia fiscal que o plano exigirá de São Paulo. Serra afirma que, à medida que outras operadoras ofereçam ofertas de banda larga popular, será possível aumentar a velocidade máxima estabelecida no decreto.

O decreto vale apenas para novas adesões, uma vez que quem já é cliente de banda larga e quiser migrar para a oferta popular terá de pagar uma multa de 100 reais. O plano vale apenas para pessoas físicas, com a criação de um contrato por endereço e CPF. Para assinar o serviço, é preciso procurar diretamente a operadora. De acordo com o governo, não há cláusula de fidelização no decreto.

O secretário da Fazenda de São Paulo, Mauro Ricardo, diz que o governo conversou com todas as operadoras, mas só a Telefônica se manifestou. A Oi disse que primeiro precisa ver o decreto, para comentar o assunto. No entanto, o presidente da operadora, Luiz Eduardo Falco, afirma que a empresa não vende modem. A NET, que oferece o serviço Vírtua, também não recebeu o decreto. O plano da NET mais barato é de 500 Kbps por 50 reais.

botao-voltar.jpg

Deixe uma resposta