Home  >  Acervo

Saiba como definir metas eficientes para sua empresa

Corporações precisam de lideranças que mesclem habilidades estratégicas e experiência prática.

CIO

14/09/2009 às 8h35

Foto:

“Dê-me um ajudante de serviços gerais com um objetivo de vida e eu o
devolverei como um homem que fez história ou, então, me passe um
executivo sem um objetivo e eu o devolverei como um ajudante de
serviços gerais.” Essa frase é atribuída a James Cash Penney que, em
1902, fundou a rede de varejo J.C.Penney Stores e tornou-se um dos
maiores milionários dos Estados Unidos naquele século.

Por décadas, as palavras desse empreendedor foram repetidas nas
universidades de todo o mundo com o intuito de mostrar aos alunos as
virtudes de se estabelecer metas audaciosas na vida.

Gerações inteiras cresceram apoiadas na teoria de que quanto mais
ambiciosos, melhores eram os objetivos de uma pessoa e as chances de
alcançá-los. No entanto, de acordo com o professor de gestão da
informação da Universidade da Pensilvânia (nos Estados Unidos), Maurice
Schweitzer, muitos dos modernos fracassos corporativos foram
ocasionados, justamente, pelo estabelecimento de metas rígidas por
líderes que não tiveram a agilidade de reformulá-las no meio do caminho.

Um exemplo dessa situação aconteceu na General Motors (GM) quando um
diretor estabeleceu que a equipe de vendas deveria dobrar o número de
unidades comercializadas em seis meses. “Para chegar ao objetivo, os
vendedores passaram a negociar carros com compradores sem crédito
comprovado”, diz Schweitzer, que complementa: “Com isso, uma gestão
irresponsável sacrificou a lucratividade em nome de um objetivo
inalcançável de formas éticas.”

Estabelecer metas não é ruim, mas torna-se necessário, também,
desenvolver mecanismos para acompanhar a performance da equipe durante
o período estipulado, bem como os movimentos do mercado no qual a
companhia está inserida.

No que diz respeito ao monitoramento do desempenho dos colaboradores,
os CIOs devem estar cientes de que é necessário estabelecer indicadores
que realmente comuniquem a evolução das tarefas – e não apenas calculem
os números de horas trabalhadas em determinado projeto.

O gestor de TI da rede norte-americana de trens Amtrak, Dee Waddell,
defende que estabelecer objetivos no departamento de tecnologia depende
de um líder que mescle habilidades estratégicas e experiência na execução. Para ele, sem a união de tais conhecimentos, a TI continuará concordando em realizar projetos com prazos muito apertados. “Quando se tem a noção exata de como as coisas são desenvolvidas, as metas tornam-se mais realistas e factíveis”, diz ele.

Além disso, Waddell afirma que outro mecanismo eficiente para o
estabelecimento de objetivos é a consulta aos membros da equipe.
“Pergunto a eles quais seriam as atividades possíveis para determinados
intervalos de tempo”, afirma o gestor da Amtrak, que complementa:
“Quando envolvidos na estratégia, os funcionários sentem-se motivados e
produzem melhores resultados.”

Deixe uma resposta