Home  >  Plataformas

Forrester: implantação do Vista facilita migração para o Windows 7

Massachussets (EUA) - De acordo com a consultoria, empresas que estão usando o sucessor do XP estão melhor posicionadas para a migração porque já passaram da fase de teste de compatibilidade.

Redação

05/05/2009 às 7h19

Foto:

Cerca de 15% das empresas na América do Norte e Europa planejam "pular" o Vista e migrar direto do XP para o Windows 7, de acordo com a pesquisa de hardware realizada pela Forrester Research no terceiro trimeste do ano passado. Além disso, 22% das companhias entrevistadas não têm planos de implantar o Vista e 6% delas simplesmente não sabem qual é este planejamento.

>> Participe das discussões da CW Connect

Por outro lado, nota-se no mercado um grande entusiasmo nas operações de tecnologia da informação a respeito do Windows 7, mas é importante ressaltar que o sucessor do Vista não será a "cura" que as empresas esperam após o Vista.

O Windows 7 é construído a partir do mesmo código-base do Vista, então, se as aplicações ou o hardware da sua empresa não são compatíveis com o sucessor do XP, é bem provável que eles também não sejam com o Windows 7. Desta forma, os profissionais de tecnologia precisam começar a preparar as empresas para o novo sistema operacional da Microsoft - e a melhor forma de fazer isso é implantando o Vista.

Segundo a Forrester, mais de dois anos depois do lançamento do Vista, este sistema operacional está em quase 10% dos PCs corporativos na América do Norte e na Europa, mas o XP continua a dominar o mercado, com 71% dos computadores.

Leia mais:
Veja aqui as novidades do Windows 7 RC
Podcast tira dúvidas sobre o download do Windows 7 RC
Conheça as respostas para as dúvidas mais frequentes sobre o sistema operacional
Teste do Windows 7 RC

A consultoria orienta as empresas que ainda não estão com o Vista a começarem a implantação do sistema ou a realizar testes de compatibilidade. Para a Forrester, "companhias que não puderam justificar o investimento no Vista devem reconsiderar os riscos de não implantá-lo".

O XP será "aposentado" pelos fabricantes de computadores e desenvolvedores em 30 de junho e a maioria dos vendedores independentes de software deve encerrar o suporte ao XP até o fim deste ano, passando a oferecer suporte ao Windows 7 a partir do início de 2010.

As empresas não querem continuar com um sistema operacional que não terá mais suporte. Para solucionar esta questão, o primeiro passo é começar a testar as aplicações e o hardware, checando a compatibilidade com o Windows Vista. Isso facilitará sua eventual migração para o Windows 7 em 2011 (depois dos usuais 12 meses a 18 meses que, tradicionalmente, os departamentos de TI das empresas levam para preparar a implantação de qualquer sistema operacional).

Para aquelas corporações que já começaram o processo de implantação do Vista, a dica da Forrester é continuar o processo normalmente. De acordo com a consultoria, essas organizações estarão em uma posição muito melhor para migrar para o Windows 7 logo após o seu lançamento do que aquelas que utilizam o XP, porque suas aplicações e hardware estarão compatíveis com o novo sistema operacional.

As companhias que estiverem usando o antecessor do Vista, no entanto, enfrentarão os desafios de testar e remediar suas aplicações para checar a compatibiliade com o sistema operacional - o que as empresas que estão com Vista já ultrapassaram.

>> COMPUTERWORLD no Twitter

Deixe uma resposta