Home  >  Negócios

Oracle vê Java e Solaris como as principais razões para a aquisição da Sun

São Francisco (EUA) – Larry Ellison afirma que o Java é o mais importante ativo de software adquirido pela Oracle.

IDG News Service

20/04/2009 às 12h05

Foto:

Em conferência realizada nesta segunda-feira (20/04), o CEO da Oracle, Larry Ellison, afirmou que o Java e o Solaris foram as duas principais razões para a aquisição da Sun. Para o executivo, o movimento está em linha com a estratégia de aquisições da companhia, sempre em busca de produtos líderes de mercado.

Chamando o Java de “o mais importante ativo de software que nós já adquirimos”, Ellison disse que os negócios de middleware baseados em Java – iniciados com a aquisição da BEA – devem se tornar maiores que os negócios feitos com bancos de dados. Ele lembrou que a plataforma Fusion é baseada em Java.

>> Participe das discussões sobre software livre na CW Connect

A Oracle também considera o Solaris como a melhor tecnologia Unix disponível no mercado, o que, segundo Ellison, explica porque há mais bancos de dados da companhia rodando neste sistema operacional do que em qualquer outro. Ele afirmou que os clientes que contam com os dois produtos terão benefícios advindos da integração técnica de ambos.

Leia mais:

>> Oracle fecha compra da Sun

>> Aquisição coloca Oracle no centro do mercado de hardware

>> Larry Ellison diz que hardware é estratégico

>> Como fica o MySQL?

>> Onde a Sun errou?

>> Conheça as últimas 23 aquisições feitas pela Oracle

“Seremos capazes de integrar rapidamente o banco de dados Oracle às funcionalidades do Solaris, desenvolvendo-os para que trabalhem juntos”, disse Ellison.

O chairman da Sun, Scott McNealy, que dividiu as atenções com Ellison em inúmeras ocasiões durante os mais de 20 anos de parceria entre as duas empresas, disse que ambas dividem interesses comuns que farão com que a união seja simbiótica para os usuários.

Apesar do otimismo, o acordo representa um desafio para McNealy, que como Ellison tornou-se um íconde  da indústria de tecnologia. Por anos, os dois lideraram suas companhias atacando seu inimigo comum – a Microsoft – e por vezes um ao outro. Entregar a companhia que ajudou a fundar a Ellison não deve ter sido uma decisão fácil para McNealy.

aquisição

Por us avez, Ellison disse que a Oracle tende a integrar rapidamente companhias adquiridas e que o mesmo será feito com a Sun quando o acordo for aprovado por acionistas e organismos reguladores.

Com o anúncio do negócio, as ações da Sun subiram de 2,41 dólares para 9,10 dólares uma hora após a abertura do mercado, enquanto as da Oracle chegaram a 18,03 dólares (queda de 1,03 dólar). A queda é normal e refletem o debate de investidores sobre as vantagens de se gastar grandes somas em uma aquisição deste tipo.