Home  >  Plataformas

São Paulo vai receber sinal gratuito de WiMax em dois bairros

Resultado de parceria entre Motorola, Intel e Telefônica, projeto vai oferecer sinal gratuito de WiMax para 150 clientes nos bairros de Pinheiros e Jardins.

Redação

23/10/2008 às 16h08

Foto:

A cidade de São Paulo receberá o primeiro teste com uma rede comercial de WiMax a partir desta sexta-feira, em iniciativa conduzida por Intel, Motorola e Telefônica.

O teste fechado será realizado entre 150 clientes residenciais da Telefônica que moram nos bairros de Pinheiros e Jardins.

O WiMax é a evolução do popular Wi-Fi tanto pela velocidade como pelo alcance. As redes que encontramos em cafés hoje, por exemplo, têm velocidade máxima de 54 Mbps em uma área de até 30 metros. O Wimax aumenta a velocidade para 70 Mbps em uma área de até 50 quilômetros.

Durante 3 meses, o grupo receberá gratuitamente uma conexão que permite o download de dados com velocidade de 2 Mbps e o upload de dados com velocidade de 600 Kbps – traduzindo, é uma velocidade mais que suficiente para a grande maioria dos usuários.

Para os testes, a parceria instalou três estações rádiobase, que espalham o sinal WiMax pela região, nas ruas Butantã, dos Pinheiros e Bela Cintra.

Dentro de casas, os usuários envolvidos nos testes terão um modem WiMax que receberá o sinal das antenas na rua e distribuirão também sem fio para os cômodos da casa.

As três empresas dizem que o teste é uma forma de avaliar tanto a viabilidade técnica da conexão como a resposta dos usuários e deverão ser realizados também nas cidades do Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre ainda sem prazo.

Caso os testes sejam bem sucedidos e os equipamentos da Morotola sejam homologados pela Anatel, a Telefônica planeja lançar comercialmente o WiMax apenas em São Paulo.