Home  >  Negócios

Efeitos da crise atingirão gastos com TI em 2009, diz Forrester

Consultoria reduz previsão de crescimento do orçamento global com tecnologia no próximo ano de 7% para no máximo 4%.

Computerworld

17/10/2008 às 9h05

Foto:

De acordo com a Forrester Research, os gastos com tecnologia devem enfrentar uma ‘longa e profunda recessão’, devido à crise econômica mundial.

Esta recessão prolongada significa “mais que dois ou três trimestres de queda nas compras de TI, com pouco ou nenhum crescimento no fim de 2008 e primeiro semestre de 2009”, diz o analista da Forrester Research, Andrew Bartels.

É a primeira vez que a Forrester admite a possibilidade de que a crise econômica mundial poderia levar, no curto prazo, à redução nos gastos de tecnologia.

Em setembro, a consultoria revisou suas previsões para 2009, afirmando que os gastos com TI aumentariam 7% globalmente, menos que a previsão anterior de aumento de 9,4%. Agora, a recessão pode significar gastos de TI nos EUA com crescimento de apenas 2% a 3% e gastos globais crescendo entre 3% e 4%.

“Ainda mantemos nossa previsão de maus tempos no crescimento das compras de TI nos Estados Unidos”, diz Bartels. “Nossas previsões assumem que a recessão já está acontecendo, mas esperamos que bancos e governos tomem as medidas para evitar um desastre econômico.”

Bartels recomenda que os vendedores de tecnologia dêem foco nos EUA, pois, segundo ele, a região do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) está enfraquecendo.

O analista disse ainda que o mercado de pequenas e médias empresas se manterá ocioso.

Saiba mais sobre os impactos da crise financeira nos canais de distribuição