Home  >  Carreira

Siemens anuncia que vai demitir 16,75 mil funcionários no mundo

Presidente da companhia e CEO da companhia, Peter Löscher, diz que imediatamente serão cortados 12,6 mil postos, mais 4,15 mil resultantes de uma reestruturação.

Redação

08/07/2008 às 12h15

Foto:

ATUALIZADA EM 08/08/08 ÀS 12H30
Em continuidade ao programa de transformação, a Siemens pretende fazer cortes de funcionários. Serão 12,6 mil posições de trabalho imediatamente, mais 4,15 mil que serão afetados devido a projetos de reestruturação. As primeiras demissões serão na área administrativa.

Ao todo, são 16,75 mil postos cortados. O presidente e CEO da Siemens, Peter Löscher, afirmou em comunicado que a velocidade com que os negócios estão mudando no mundo aumentou consideravelmente e por isso a empresa está se adaptando contra a redução do ritmo de crescimento da economia.

A localidade que vai ter o maior número de funcionários demitidos é a Alemanha. A intenção da empresa é rapidamente começar a negociar com funcionários e vão ser consideradas transferências de companhias e horários parciais. Na Europa, ao todo serão 3,65 mil demissões e mais 5,45 mil fora do velho continente.

Em novembro do ano passado, a empresa havia anunciado sua intenção de reduzir as vendas mundiais, gerais e administrativas. Em decorrência da recessão mundial, as metas são de redução de custos em termos absolutos na ordem de 1,2 bilhão de euros até 2010.

Segundo comunicado interno da empresa, provalvemente os cortes não chegarão ao Brasil, já que localmente a empresa registra crescimento. Em abril deste ano, inclusive, a empresa anunciou a abertura de 100 vagas para a área de TI no Brasil.

Deixe uma resposta