Home  >  Sem Categoria

Métricas do Green Grid abrem caminho para TI sustentável

Grupo criado no ano passado cria meios para ajudar as empresas a lidar com o consumo de energia nos data centers

admin

30/04/2008 às 17h41

Foto:

Criado em fevereiro de 2007 por um conjunto de executivos de
várias companhias preocupados com a questão energética dos data centers, o
Green Grid já está colhendo frutos.

Com mais de 100 membros atualmente, o grupo
já definiu duas métricas que ajudam as empresas a lidar com o consumo de
energia de seus ambientes de TI: a Power Usage Effectiveness (PUE) e a Data
Center Efficiency (DCE).

Com essas métricas, os data centers e os fornecedores de
equipamentos podem medir o uso da energia de maneira consistente, em várias
configurações de ambiente e com vários tipos de produtos, apresentando uma
visão de onde a energia é mais consumida e se os esforços para redução do
consumo estão, de fato, funcionando.

O foco inicial do Green Grid foi estabelecer as bases e as métricas
em torno do consumo de energia. Agora o grupo já está trabalhando com
organizações governamentais da América do Norte, Europa e Ásia para incorporas
essas métricas em suas metas, regulamentações e outros parâmetros.

Apesar de os governos poderem trabalhar com essas métricas de diferentes modos,
o Green Grid acredita que um conjunto comum de regras vai ajudar companhias
globais a ter um contexto consistente entre países.

O Green Grid acredita que sua tarefa se tornará mais difícil
à medida que outras questões, por exemplo, envolvendo a produtividade dos data centers
vierem à tona. Porém, também acredita que os benefícios financeiros trazidos às
empresas pela economia da energia vão levar o trabalho do Green Grid adiante.