Home  >  Negócios

Para Novell, parceria com Microsoft elevou seu market share

Empresa afirma que cresceu três vezes mais que a estimativa do segmento. No Brasil, irá ampliar número de vendas indiretas e anuncia conquista da conta do Bradesco.

Marina Pita

23/01/2008 às 17h42

Foto:

A Novell afirma ter vendido 65% mais soluções de código aberto no último ano fiscal, valor três vezes superior à estimativa de crescimento desse mercado pela IDC. O presidente da companhia para as Américas, Tim Wolfe, diz estar ansioso para a publicação da próxima pesquisa de participação de mercado no segmento.

“Certamente ganhamos muita participação de mercado e somos a maior empresa de open source, só esperamos o resultado das pesquisas para poder divulgar nossa nova posição,” comemora Wolfe.

De acordo com o executivo, o principal motivo para a expansão da Novell é a parceria com a Microsoft firmada no ano passado. “Mais de 240 milhões de dólares já foram investidos pela Microsoft na parceria,” complementa.

Wolf ainda apontou a meta da empresa de elevar as margens da operação de 4%, em 2007, para de 7% a 9% este ano e expandir relações com mais “um ou dois parceiros estratégicos globais”.

A perspectiva de faturamento para 2008 é de 920 milhões a 945 milhões de dólares. O presidente para as Américas frisou ainda que o caixa da Novell é muito alto, 1,9 bilhão de dólares. “Estamos avaliando como tirar vantagem desse caixa,” completou.

No Brasil, a empresa inicia uma nova estratégia sustentada pela venda indireta, que deve passar de 40% para 60% de participação das vendas no País. Marcus Almeida assume como diretor da área de parcerias e vai “buscar elevar o número de parceiros qualificados,” segundo Sergio Toshio, presidente da Novell no Brasil.

Outros destaques do COMPUTERWORLD:
> Dilemas éticos em TI: até onde você vai?
> Felicidade profissional é igual a menos horas e mais energia
> 10 dicas para equilibrar vida pessoal e profissional
> Conheça os melhores lugares para férias geek
> Você já passou por um halloween em TI?

A companhia está otimista com as vendas de produtos para gerenciamento de usuários e acessos no País. “Esse segmento está crescendo acima da média do continente”, afirma Toshio. A empresa anunciou que o Bradesco usará a solução Identity Manager e o Novell Sentinel, e acredita em seu fortalecimento no mercado financeiro a partir da conquista dessa conta.

Deixe uma resposta