Home  >  Plataformas

Virtualização abocanha maior parte dos orçamentos de TI

Esse fator é chave da eficiência do negócios das companhias, mas mesmo assim bastante mal compreendida e superestimada por usuários corporativos.

IDG News Service

08/01/2008 às 17h47

Foto:

A virtualização é o item que vai registrar o maior impacto nos
orçamentos para hardware e suporte nos próximos três anos, um mercado que vai
ser dominado por três grandes fabricantes.

A conclusão foi obtida do estudo da Saugatuck Technology, intitulado
“As Muitas Faces da Virtualização – entendendo uma nova realidade da TI”. Ele
revela que a Cisco, a VMware e a Citrix, que recentemente adquiriu a XenSource,
vai representar 60% de todos os desenvolvimentos em virtualização. O segundo
item que mais vai demandar gastos, segundo o estudo, é a virtualização de
redes.

Em terceiro lugar, a pesquisa diz que todas as facetas da
virtualizalção vão ver realces substanciais em funcionalidades e desempenho,
com destaque para a tecnologia de virtualização encontrada em
microprocessadores, hypervisor e sistemas operacionais.

A Saugatuck afirma também no estudo que a virtualização é um
capacitador-chave da eficiência dos negócios e da TI, mas é amplamente mal
compreendida e superestimada dentro do universo dos usuários corporativos.

Como resultado, os usuários executivos falham em gerenciar a
efetividade e, além disso, em perceber o potencial completo e os benefícios da
virtualização da TI. E os fabricantes de TI raramente notam oportunidades que a
virtualização os traz.

Outros destaques do COMPUTERWORLD:
> 3Com é vendida a fundos de investimentos por US$ 2 bi
> Sourcefire fecha compra de projeto de segurança ClamAV
> Datasul fecha compra da Soft Team por R$ 7,8 mi
> Motorola adquire empresa de IPTV por US$ 39 mi
> Setor de chips para celular se agita com compra de US$ 900 mi

“Nós estamos em um ponto muito crítico na evolução e na adoção
da virtualização tanto por usuários e fabricantes. Quase todo o mundo vê
oportunidade de virtualização, mas muito poucos entendem realmente o objetivo e
a complexidade”, afirma o vice-presidente da Saugatuck e autor do estudo,
Charles Burns.

Presumidamente ele tem em mente problemas como a segurança
da virtualização, já que o Gartner fez o aviso no ano passado sobre os riscos. “Isso
lidera a razão de por que as pessoas perdem oportunidades – e incham os custos
de gerenciamento”, completa. “Nossos objetivos com este estudo é fornecer uma
fundação para a compreensão das categorias chave de virtualização, os benefícios
e como gerenciar a sua efetividade”, diz.

Deixe uma resposta