Home  >  Segurança

Servidores raiz da internet sofrem ataque de negação de serviço

Fonte familiar ao assunto diz que o ataque foi feito por uma rede de computadores zumbi, infectados e controlados remotamente.

IDG Now!

09/02/2007 às 12h05

Foto:

Ataques online afetaram os serviços de pelo menos dois dos 13 servidores
“raiz” que são usados para direcionar o tráfego da internet.

O ataque, iniciado na manhã da terça-feira (06/02), foi o atentado mais
significativo aos servidores desde um ataque de negação de serviço (DDOS, do
inglês distributed denial of service) em outubro de 2002, disse Ben Petro,
vice-presidente sênior do provedor de Internet Neustar.

Os servidores raiz gerenciam o Sistema de Nomes e Domínios da Internet, que
traduzem endereços da web, como Amazon.com, em enedereços numéricos IP
(Internet Protocol), usados pelas máquinas.

Aparentemente, o ataque foi feito por uma rede de computadores zumbi,
infectados e controlados remotamente, disse Petro.

“Dois dos servidores sofreram mais, embora não tenham caído; alguns dos outros
também registraram tráfego intenso”, disse John Crain, chief technical officer
(CTO) da Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (ICANN), em
entrevista por e-mail.

Os dois servidores mais afetados são mantidos pelo Departamento de Defesa dos
Estados Unidos e pela ICANN, ele observou. Por volta das 10h30 da terça,
horário dos Estados Unidos, os provedores de Internet conseguiram filtrar o
tráfego da rede zumbi, o que normalizou os servidores raiz.

Comparado a outros ataques de DDOS, este não foi muito poderoso. Petro disse
que a banda consumida pelo ataque podia ser medida em megabytes, quando ataques
no nível dos gigabytes são mais comuns hoje. “É um ataque pequeno, mas o alvo
foram as raízes”, disse ele.

A origem do ataque não está clara, disse Crain. Petro disse que os engenheiros
ainda estão “quebrando a cabeça” para entender a razão do ataque. Embora os
ataques de negação de serviço estejam comumente associados a chantagem por
dinheiro, este não perece ter tido tal propósito.

Crain arrisca um palpite: “Suspeito que o maior efeito do ataque foi tirar o
sono de alguns engenheiros e gerar repercussão na imprensa”, ele escreveu.

Tags

Deixe uma resposta