Home  >  Segurança

Radix anuncia parcerias e investe R$ 5 milhões em desenvolvedoras

Aporte em três empresas de Recife acontece nos próximos dois anos. Webb e hpG são os novos parceiros. A previsão de faturamento para 2001 é de R$ 11 milhões.

admin

23/01/2001 às 17h37

Foto:

Comemorando um ano de operação, o Grupo Radix expande fronteiras, anuncia parceiros e desenha planos para 2001.

Webb Negócios Online e hpG, portal de hospedagem de páginas pessoais, são os novos parceiros, para os quais a Radix passa a fornecer tecnologia de busca.

Além disso, a companhia comprou 80% de participação das desenvolvedoras Art Voodoo Entertainment, Mobile Software Technology e Wiser Technologies, todas da capital pernambucana, por meio de investimentos de R$ 5 milhões nos próximos dois anos. Todas elas, agora, formam o Grupo Radix.

A meta do Grupo é faturar R$ 11 milhões este ano, gerar 40% dessa receita por meio do braço Radix.tech e contar com 500 mil buscas diárias. Em duas semanas, o Radix.com deve ter 14,5 milhões de páginas indexadas.

“Estamos anunciando oficialmente o Grupo Radix e investindo no que sabemos fazer, desenvolver tecnologia de ponta em software”, frisa Fernando Sodré, diretor de operações e produtos do Grupo.

A troca de processos produtivos, por exemplo, é a forma como a Radix vai trabalhar com as empresas das quais adquiriu participação. A Art Voodoo é da área de entretenimento eletrônico, a Mobile atua no mercado de computação móvel e a Wiser é especializada em soluções para processos de gestão de informações na Internet e em Intranets.

Para atingir os objetivos, o Web site foi reformulado, está mais colorido e fácil de navegar, com 14 modalidades de busca expostas. Entre elas estão o Radix Quem ? e o Radix Onde ?, duas enciclopédias temáticas produzidas pela equipe da Editora Delta.

Além disso, a equipe trabalha na compatibilidade do software com outros sistemas operacionais, que não o Linux, no qual foi desenvolvido. “O site já rodou em AIX (IBM) e Solaris (Sun) porque foi desenhado em Java, de forma que as empresas usuárias não precisam obrigatoriamente rodar Linux”, explica Pedro Falcão, diretor de pesquisa e desenvolvimento da tecnologia Radix.

O método de indexação e busca, desenvolvido com tecnologia nacional, permite a realização de busca estruturada em base de dados, além da publicação e gerenciamento de informações de um portal, por exemplo, através do software Publix. BCP/Listel, de Recife (PE), está em fase final de implantação do Publlix.

O fundo CVC/Opportunity, que gere os custos do Grupo Radix e possui 80% de participação do capital da marca, deve investir R$ 4,1 milhões este ano, metade do valor de 2000. “Até o final do ano pretendemos atingir o break even (equilíbrio financeiro) e em 2005 esperamos faturar R$ 100 milhões”, prevê Sodré.

A expansão para a América Latina e mercado ibérico deve acontecer a partir de 2002. “Estamos cuidando do nosso jardim, mais tarde vamos ampliar o alcance do Grupo”, conclui Fernando Sodré.

Hoje, todas as empresas do Grupo somam 120 profissionais que trabalham em três escritórios localizados em Recife (PE), São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ).