Home  >  Segurança

AOL quer arrebatar clientes Itaú

A proposta será a de ofertar um serviço de acesso pago à Internet, mas a um preço inferior ao cobrado no mercado, já que a instituição financeira irá subsidiar parte dos custos. Com isso, a AOL acredita que poderá conquistar uma grande parcela dos sete milhões de correntistas do Itaú.

admin

09/01/2001 às 19h28

Foto:

Muito além do acesso gratuito. Assim, o presidente da AOL Latin America, Charles Herington, avalia o anúncio realizado nesta terça-feira, 9, pelo provedor de acesso e o Banco Itaú. Nele, a instituição financeira planeja ofertar acesso gratuito aos seus correntistas por um período de quatro meses.

Para Herington, a intenção da AOL é conquistar a maior parte da clientela do Itaú -- estimada em cerca de 7 milhões de correntistas -- ofertando um serviço de acesso à Internet, pago, mas com um preço abaixo do cobrado, já que a instituição financeira está comprometida em subsidiar parte do projeto.

Já nessa primeira fase, ressalta o executivo, o Itaú garante para a AOL a adesão de pelo menos 250 mil clientes nos primeiros 12 meses, duplicando esse número ao final de dois anos. "Essa base, para o acesso gratuito com acesso limitado a três horas. Acreditamos muito, porém, no potencial do serviço pago. O Itaú tem 1 milhão e 400 mil clientes online, queremos conquista-los", afirma Herington.

O serviço customizado lançado nesta terça-feira,9, permitirá que através de um único click, o cliente Itaú acesse através da America Online, um canal financeiro da instituição de forma simples, acessível e segura, destaca ainda o presidente da AOL Latin America. Inicialmente, o serviço estará disponível em São Paulo e no Rio de Janeiro, estendendo, ao longo do ano, para as demais capitais do Brasil. O software, desenvolvido durante sete meses pela equipe da AOL em parceria com o Itaú, já está sendo distribuído aos clientes do banco através de mala direta.

Atualmente, a AOL está presente em mais de 100 cidades brasileiras, planejando estender os seus pontos de presença, ressalta Herington. Para isso, a provedora possui contratos estratégicos com Telefônica, Embratel e AT&T Netstream.