Home  >  Segurança

Cliente do BB adere de vez à Internet

<img src="http://www.gestaoempresarial.com.br/imagens/bb.gif" alt="" border="" align="left">

O banco mostrou aos seus correntistas que está aberto até 9h da noite, se estes realizarem suas operações pela Internet. Também provou, por meio de uma campanha com seis meses de duração, que, ao contrário do que se fala, existe segurança nas transações eletrônicas. Resultado: 150 mil adesões no BB Office Banking e 800% de aumento nas operações em apenas seis meses.

admin

08/01/2001 às 20h09

Foto:

O correntista já está se habituando com as comodidades que a Internet possibilita, evitando problemas rotineiros como não precisar sair correndo no trânsito para pegar agência aberta e de se livrar das filas cada vez maiores. Os clientes do Banco do Brasil, por exemplo, estão gostando do conforto. A prova está nos números que a instituição está divulgando para o mercado. O BB Office Banking atingiu a marca de 150 mil adesões no mês de dezembro, quando completou um ano de seu lançamento.

De acordo com o analista do BB Internet, Adriano Augusto Modolo, a campanha que o banco desenvolveu de setembro a dezembro foi primordial. "Montamos estandes em 1.000 agências e mostramos, ‘ao vivo’, como funcionava um serviço de home banking. Com o cliente diante do computador pudemos desmitificar, por exemplo, a idéia de que não existe segurança numa operação feita via Internet", ressalta.

Segundo Modolo, a utilização do BB Office Banking pelos clientes cresceu 800% em seis meses. Em junho passado, as transações realizadas somavam 2.765 mil e em dezembro esse número saltou para 24,7 mil. Por intermédio do serviço o cliente pode, em tempo real, transferir valores entre contas, efetuar pagamentos de contas, emitir DOC eletrônico, fazer aplicações financeiras, obter saldos e extratos.

Os números de transações na Internet cresceram 315% em 2000. Segundo o Banco do Brasil, foram realizadas 92,8 milhões de operações. "Somente no mês dezembro foram 12,5 milhões de transações. Trata-se de um número bastante significativo, se considerarmos que em janeiro do ano passado tínhamos 4,3 milhões de transações", salienta Modolo.

Não foram só as transações que aumentaram. O BB fechou 2000 com 2,6 milhões de clientes habilitados para utilizar o Banco pela Internet e 1,8 milhão de e-mails cadastrados. O comércio rural foi um dos grandes destaques do ano. O site de agronegócios do BB, com 31,4 mil clientes habilitados, realizou 46 milhões em negócios e fechou o ano com um volume de 4,6 bilhões em ofertas. "Fazendeiros, sitiantes e empresas de agricultura descobriram que a Internet pode encurtar distâncias e aumentar a produtividade. Eles não precisam se deslocar de suas propriedades até a cidade. Podem fazer tudo bela Web", observa o analista.