Home  >  Negócios

BMC nomeia novo diretor comercial

Marcelo Loro assume a direção comercial da área de empresas emergentes. Meta é fazer com que o segmento chegue a 30% do faturamento da empresa no país.

Fábio Barros

05/01/2001 às 20h01

Foto:

Mais uma empresa de software acaba de anunciar novo foco no mercado de pequenas e médias empresas, ou mercado emergente. A BMC, com o anúncio da contratação de Marcelo Loro para a direção comercial da área de empresas emergentes, engrossa o coro dos interessados no segmento.

O executivo, com passagens por empresas como Compuware, Unitools e Oracle, diz que seu maior desafio é levar a tecnologia da BMC para o mercado SMB (Small and Medium Business). A receita está em um programa, baseado em três frentes, que será implementado assim que a empresa concluir um estudo do mercado.

“Estamos classificando estas contas e checando como elas estão investindo em TI e de que forma podemos participar destes investimentos”, diz Loro. Quando o mapeamento estiver pronto, a BMC deverá definir como irá atuar neste mercado, tanto diretamente quanto através de parceiros.

“A idéia é atuarmos em três frentes, com formas diferentes de atuação. Na primeira, voltada para pequenas empresas, o cliente terá à sua disposição ferramentas de auto-atendimento”, diz. A segunda frente ficará a cargo do canal e vai focar empresas com faturamento de até US$ 100 milhões. Empresas com faturamento acima deste valor serão atendidas diretamente pela BMC.

Para o executivo, um dos principais diferenciais está na primeira frente de atuação. “Vamos criar mecanismos que permitam ao cliente experimentar nossa tecnologia gratuitamente. Ele vai avaliar suas necessidades e a adequação do produto a elas”, explica. A idéia é manter uma estrutura Web, ou via 0800, para resolver dúvidas, eliminando o backlog na área técnica e o stress na área comercial.

Com a ação, a BMC espera acabar com a imagem de que tem soluções voltadas apenas ao mercado corporativo de grande porte, provando que pode atender empresas de todos os portes. “O segmento SMB tem sido divulgado como alvo de várias empresas, mas seremos os primeiros a implementar uma estrutura que os atende de fato”, provoca Loro.